//A Influência Árabe na Gastronomia Portuguesa
árabe

A Influência Árabe na Gastronomia Portuguesa

A ocupação árabe em território português durou séculos, marcando culturalmente o país e mesclando-se na sua identidade, a sua influência perdura até aos dias de hoje e o impacto a nível alimentar é facilmente observável, seja nos produtos utilizados, nos pratos confecionados, ou nos métodos praticados.

Os árabes foram responsáveis por desenvolver novas tecnologias relacionadas à agricultura, pelo cultivo de produtos agrícolas como as árvores de fruto e oliveira e pelo melhoramento de técnicas de conservação como a salga, o fumeiro ou as conservas, que por sua vez, acabaram por se tornar parte da cultura gastronómica portuguesa.

A cozinha alentejana é das que mais preserva esta herança árabe, que se verifica em alguns dos seus pratos típicos como as açordas, com poejos ou coentros e em receitas como os carapaus em escabeche, o ensopado de borrego ou as migas.

A doçaria também não ficou indiferente a esta multiculturalidade que ‘desenha’ o retrato gastronómico português, o maçapão, os bolinhos de amêndoa e as alcomonias são alguns dos doces que surgem deste contacto.

Continue a ler sobre a influência árabe na gastronomia portuguesa em National Geographic.