//Vinho: consumo disparou 75%

Vinho: consumo disparou 75%

Resultados de análise revelam vinho do Porto a crescer 135%, vinho branco 113% e vinho tinto 64%.

Costuma dizer-se que este tipo de análises e ‘estudos’ «valem o que valem» ou seja, não existindo rigor, podem ser interpretados como indicadores pontuais, como é o caso dos resultados abaixo.
O consumo de vinho em Portugal disparou 75% entre 15 de janeiro e 4 abril de 2021 – correspondente ao 2º confinamento – face ao período de 27 de outubro de 2020 a 14 de janeiro de 2021, com o vinho do Porto a crescer 135%, o vinho branco 113% e o vinho tinto 64%, revela o Kuanto Kusta (KK) numa análise à procura de bebidas alcoólicas e produtos mais vendidos.

Ficou a saber-se que, com o início do confinamento deste ano, a média de preço dos vinhos mais procurados rondou os €10 e a pesquisa de vinhos especiais (vintage, edição limitada) aumentou, sendo que os vinhos tintos são os mais populares, embora o tipo de vinho com maior procura tenha sido mesmo o Vinho do Porto.

“A maior parte do utilizadores do KK que procuram este tipo de produtos são Homens entre os 35 e 44 anos de idade, com Lisboa a lidera a procura e o Porto a liderar as receitas”, sublinha Sará Sá, do departamento de Marketing da empresa.

As bebidas mais procuradas
Top categorias vinho:
Vinho tinto – 64%; Vinho branco – 113%; Vinho do Porto – 135.19%
Top Vinhos:
Quinta do Vale Meão 2018 Douro Tinto 75cl; Quinta do Crasto Superior 2017 Douro Tinto 75cl; Herdade dos Grous 2018 Alentejo Tinto 75cl; Quinta do Noval Nacional Vintage 2017 Porto 75cl; Papa Figos 2018 Douro Tinto 75cl

O KuantoKusta é apresentado como um dos canais mais influentes do e-commerce em Portugal. Foi fundado em 2005 pelos irmãos Pimenta, emigrantes em França, que vieram para Portugal e criaram o primeiro comparador de preços de Portugal, um negócio inovador para a época, que fez com que mudasse o hábito de compra dos portugueses.

Em 2013 o KuantoKusta desenvolveu uma aplicação dedicada à comparação de preços através de tablet e smartphone. Na base de dados há milhares de produtos, que podem ser pesquisados por categoria, marca, referência ou código de barras. Através desta opção o utilizador pode alinhar o código de barras de um produto com um retângulo que surge no ecrã e fornecer por essa via a informação necessária para desencadear a pesquisa.
Em 2014, com a mudança do algoritmo da Google o KuantoKusta reformulou o seu site tornando-se desta forma em responsive design.