//‘Verde Cool’ em seis concelhos do Minho

‘Verde Cool’ em seis concelhos do Minho

Um copo de vinho verde e um petisco por apenas três euros, no ‘Verde Cool’ que decorre de 4 setembro até 15 de outubro.

Ao longo de 42 dias, os estabelecimentos aderentes dos concelhos de Braga, Vila Verde, Terras de Bouro, Amares, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, propõe aos consumidores um menu composto um petisco e um copo de vinho verde por apenas três euros.

Esta é a terceira edição, a maior de sempre, com 42 estabelecimentos participantes, depois dos 22 em 2015 e 33 em 2016 e a Associação Comercial de Braga (ACB) espera que sejam vendidos cerca de 50 mil menus Verde Cool, a que corresponderá o consumo direto de mais de 12 mil garrafas de vinho verde, gerando um volume de negócios de mais de 150 mil euros no consumo de vinho verde a copo.

Com a justificação, por parte dos promotores, de “melhorar a qualidade dos vinhos e petiscos servidos”, o conjunto copo de vinho verde/ petisco sobem, este ano, de 2,5 para 3 euros com a promessa de que “os vinhos escolhidos integram uma lista criteriosamente selecionada para o evento”, garantiu Manuel Pinheiro, presidente da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes.

A edição de 2017 do “Verde Cool” inclui ainda um concurso que habilita os consumidores a ganharem estadias de uma noite para duas pessoas em unidades hoteleiras de Lisboa e Gerês.

Para participarem basta que façam fotos do menu que estiverem a degustar e as partilhem nas redes sociais com a hastag VERDECOOL2017. As duas fotografias que conquistarem mais “gostos” ganham os prémios.

Com a iniciativa, a ACB volta a pretender dinamizar, de forma coletiva, os estabelecimentos de bebidas e comida da região, através do afamado vinho verde.

O presidente da associação lembrou a falta de quadros qualificados no serviço de vinho, destacando que este evento é “uma oportunidade das empresas se qualificarem e melhorarem as competências dos seus colaboradores, relacionadas com o serviço de vinho. Ao longo destas edições do Verde Cool, temos promovido ações de capacitação, como apoio da CVRVV, e continuaremos a promover, porque esta é uma dimensão crítica para o sucesso deste projecto”.