//Velas ‘Capital do Queijo’

Velas ‘Capital do Queijo’

Município açoriano promoveu ‘jantar solidário’ em que o Queijo São Jorge DOP foi a ‘estrela’.

No final do mês de janeiro a Escola Profissional da Ilha de São Jorge promoveu um Jantar Solidário, com a participação de 200 pessoas, no qual se degustaram “os sabores da nossa terra” e onde o queijo São Jorge DOP foi a estrela da noite gastronómica.

A refeição foi preparada, confecionada e servida pelos próprios formandos com a orientação técnica do Chefe José Moreira, no âmbito de mais uma iniciativa da promoção do concelho e da Ilha por via da denominação promocional ‘Velas, Capital do Queijo’, em que a receita reverterá a favor de uma IPSS.

Trata-se de uma iniciativa do município de Velas, com a colaboração da Escola Profissional da Ilha de S. Jorge e da Escola Profissional Infante D. Henrique, no Porto, onde o coordenador desta ação, o Chefe José Moreira, é formador.

Refira-se que entre 19 a 24 de janeiro, a anteceder o jantar, foi promovida uma formação com o Chefe Moreira, dirigida à restauração da ilha, IPSS do concelho e Escolas Básica e Secundária de Velas e Profissional da Ilha de São Jorge. De acordo com o município, “esta formação além de contribuir para a dinamização da economia local, pretende divulgar em termos turísticos e gastronómicos o nosso concelho e a Ilha, através do queijo São Jorge DOP, ingrediente essencial nas nossas mesas.”

O desafio, feito pelo presidente da CM Velas ao Chefe Moreira, para organizar e ministrar esta formação surgiu depois do convite para participar no lançamento da candidatura ‘Velas, Capital’ do queijo em abril de 2018.

Como nos conta o formador: “Em colaboração com a Senhora Vereadora Lena Amaral foi planificada e posta em prática uma semana de formação orientada para os profissionais de restauração comercial e coletiva da Ilha de S Jorge e a minha deslocação à ilha foi enquadrada num protocolo de cooperação entre a Escola Profissional da Ilha de S Jorge e a Escola Profissional Infante D Henrique.”

Com o objetivo de demonstrar as potencialidades do Queijo S. Jorge DOP nas diferentes curas e intensidades e sempre combinado com produtos regionais,” foram desenvolvidas receitas de doces e salgados a apresentar aos profissionais nos primeiros dois de trabalho de cada grupo. No final de cada turno e como avaliação foi solicitada a partilha de experiências já desenvolvidas ou inovações com Queijo S Jorge DOP e deste desafio resultaram soluções muito interessantes e de elevado valor gastronómico”. O Chefe Moreira revela ainda que “todas as receitas apresentadas pelo formador e desenvolvidas pelos formandos serão integradas numa brochura que será distribuída, pelo município de Velas, aos restaurantes de todas as ilhas dos Açores e das comunidades além fronteiras.

Velas ‘Capital do Queijo’

O Concelho das Velas é oficialmente, desde abril de 2018, a ‘Capital do Queijo’ nos Açores. No âmbito das festividades em honra ao Padroeiro São Jorge, o município apresentou uma nova imagem de marca que visa “melhorar a promoção externa do queijo e da própria ilha”.

A importância do queijo S. Jorge neste concelho açoriano levou a que o município, em abril de 2018, atribuísse a Medalha de Prata do Município ao Eng.º Francisco Manuel Cordeiro Bettencourt, “como o homem que teve a visão estratégica, já em pleno século XX e com Portugal na União Europeia, de aproveitar uma ferramenta de certificação que culminou com a atribuição da Denominação de Origem Protegida ao Queijo de São Jorge”, referiu Luis Silveira, presidente Câmara Municipal de Velas.

O concelho de Velas, na ilha de S. Jorge, Região Autónoma dos Açores, tem cerca de 120 km² de área e 5 398 habitantes, segundo o censo de2011.