//‘A Vaca que ri’ ofereceu um dia de produção

‘A Vaca que ri’ ofereceu um dia de produção

Produção mundial deste dia, que corresponde a 1 milhão de euros, será canalizada para doações solidárias.

No dia 16 de abril, toda a produção de um dia de A Vaca que ri a nível mundial foi totalmente doada a Hospitais, profissionais de saúde e populações desfavorecidas em todo o mundo, incluindo Portugal, para ajudar a combater o COVID-19.

Cerca de 4.000 colaboradores de 12 unidades de produção do Grupo Bel, localizados em 20 países diferentes, dedicaram o seu dia de trabalho a uma ação de solidariedade: apoiar aqueles que contribuem diariamente para a luta contra o Covid-19, sejam profissionais de saúde ou através do apoio a populações mais expostas e desfavorecidas.

Neste dia, a produção mundial de A Vaca que ri, que corresponde a 1 milhão de euros, foi canalizada para doações solidárias (financeiras ou em produto), que foram entregues aos hospitais e associações dos 20 países mobilizados*, para atender às necessidades identificadas em cada um dos países. No total, foram cerca de 20 milhões de porções de A Vaca que ri, o equivalente à produção de um dia deste produto.

A doação em Portugal, que correspondeu a 20 mil euros, foi feita diretamente à Direção Geral de Saúde, após avaliação conjunta de quais as necessidades mais prementes ao dia de hoje, para a aquisição de dois Monitores de Sinais Vitais (Modelo MX550) e uma Opção de Capnografia Intellivue.

Os países que fazem parte desta ação internacional são: naturalmente França, berço da marca icónica com as suas fábricas em Lons le Saunier e Dôle, na Europa: Portugal, Espanha, Grã-Bretanha, Irlanda, Bélgica, Holanda, Países Baixos, Países Nórdicos e a República Checa. Também estão envolvidos o norte de África (Marrocos e Argélia), as zonas da África Ocidental e Central, Egito, Turquia, Médio Oriente (Jordânia, Arábia Saudita), além dos Estados Unidos, Canadá, Ucrânia e Vietname.