//Uma tonelada de perceves

Uma tonelada de perceves

Festival do Perceve, de 30 agosto a 1 de setembro em Vila do Bispo.

Se está na região do Algarve ou vai para lá este fim-de-semana e gosta deste marisco, então certamente será um dos dez mil visitantes esperados no ‘Festival do Perceve’ de Vila do Bispo.

“Este festival tem crescido todos os anos e a nossa expectativa é que este ano ultrapassemos o número de 9.800 visitantes de 2018”, disse à agência Lusa o presidente da Associação de Marisqueiros de Vila do Bispo, a entidade organizadora.

Paulo Lourenço avançou que durante os três dias desta oitava edição do Festival do Perceve, que decorre de 30 de agosto a 1 de setembro, seja consumida uma tonelada de perceves (ou percebes), “um dos mariscos mais procurados e que é uma referência” do concelho algarvio de Vila do Bispo.

A valor de consumo calculado, avançado pela organização “tem a ver também com a apanha, tendo em conta a preservação da espécie, importante para a economia do concelho e dos marisqueiros”, destacou.

Além do perceve, o evento disponibiliza diversas iguarias da cozinha local e regional, confecionadas à base de marisco, como as papas de xerém (prato típico algarvio com farinha de milho e marisco), choco frito, navalheiras, polvo, moreia, mexilhões e lapas.

“Embora tenhamos outros pratos, a preferência é sempre para os perceves”, sublinhou o responsável, acrescentando que aquele marisco será vendido a 30 euros por quilo. Segundo Paulo Lourenço, o perceve de qualidade tem, em média, um preço entre os 30 e os 50 euros por quilo.

O Festival do Perceve de Vila do Bispo vai decorrer no pavilhão da escola secundária do concelho, com capacidade para acolher mil pessoas sentadas, inclui um programa de animação musical com grupos regionais e a entrada no recinto custa 2€, valor que reverte a favor dos bombeiros voluntários locais.