//Taylor’s Vintage 2016 recebe 100 pontos de James Suckling

Taylor’s Vintage 2016 recebe 100 pontos de James Suckling

As altas pontuações atribuídas pelo crítico norte-americano aos Vintage 2016 da Taylor’s, Croft e Fonseca fazem disparar a procura no mercado.

Desde a declaração oficial a 23 de abril, de acordo com a tradição do grupo The Fladgate Partnership, os Vintage 2016 das casas Taylor’s, Croft e Fonseca têm vindo a criar uma elevada expectativa no mercado, fruto dos amplos elogios da crítica nacional e internacional.

Em destaque estão as mais recentes pontuações de James Suckling, crítico de vinhos norte-americano e provador da revista Wine Spectator durante mais de 30 anos, agora no seu novo projeto (www.jamessuckling.com). Na sua avaliação sobre os Vintage 2016, destaca a elevada qualidade, afirmando que este poderá ser um ano lendário para o vinho do Porto.

Ao Taylor’s Vintage 2016 atribuiu a pontuação máxima, 100 pontos. Na nota de prova oficial, o crítico não escondeu o entusiasmo, garantindo que “este é o melhor Taylor’s jovem que já provei”. Contudo, recomenda uma espera mínima de 8 anos para ser aberto e mostrar todo o seu potencial. O ideal, segundo James Suckling, é mesmo bebê-lo a partir de 2025.

Já o Fonseca Vintage 2016 conquistou 98 pontos, sendo classificado como um vinho “impressionante” que nos “agarra”. Por último, o Croft Vintage 2016, que mereceu 97 pontos.

A qualidade excecional dos Vintage 2016 é contrastada pelas quantidades muito limitadas: a Taylor’s teve uma tiragem de 74.400 garrafas, a Fonseca 58.800 e a Croft apenas 36.600, condicionando a sua alocação em todos os mercados onde o grupo tem representação.

Luís Sequeira, diretor geral da Heritage Wines, distribuidora responsável pelos vinhos no mercado nacional, justifica a abertura do período de pré-venda “para responder à elevada procura do mercado pelos Vintage 2016 e garantir que conseguimos responder a todos os nossos clientes. Estamos já a sentir uma grande pressão pelo que recomendamos que os pedidos sejam colocados cedo para evitar deceções”.

Apenas declarados em anos de excecional qualidade, os Porto Vintage da Taylor’s, Croft e Fonseca celebram mais um capítulo entusiasmante na história destas seculares casas de vinho do Porto. Resultado da combinação entre a dádiva da natureza e a mestria do enólogo David Guimaraens, apresentam um enorme potencial de envelhecimento, sendo uma valiosa adição para qualquer garrafeira.