//Sete vinhos alentejanos ‘conquistam’ americanos

Sete vinhos alentejanos ‘conquistam’ americanos

Qualidade de sete vinhos alentejanos foi destacada pela americana Bloomberg

Sete vinhos alentejanos foram destacados na prestigiada agência noticiosa Bloomberg, pela autora especializada em vinhos, Elin McCoy. O artigo intitulado “Bottles of wine under $25 that taste as if they cost twice that” sinalizou sete vinhos da região do Alentejo com preços inferiores a 25 dólares e que considerou terem qualidade duas vezes superior à sua cotação de mercado.

No artigo da autora que colabora, para além da Bloomberg, em publicações como o The New York Times, House & Garden ou a revista Decanter, sobressaem os vinhos ‘Rubrica’ branco 2019 (Luís Duarte), ‘Cartuxa’ branco 2018 (Fundação Eugénio de Almeida), ‘Monte Velho’ tinto 2019 (Herdade do Esporão), ‘Herdade dos Grous’ tinto 2018 (Herdade dos Grous), ‘Amphora’ tinto 2018 (Herdade do Rocim), ‘Herdade de Coelheiros’ tinto 2017 (Coelheiros), e ‘A Touriga vai Nua’ tinto 2019 (Fita Preta).

A especialista faz, ainda, referência, à qualidade dos vinhos que são produzidos no âmbito das práticas sustentáveis do Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA), realçando os vinhos Coelheiros e Herdade dos Grous.
“Os vinhos do Alentejo têm vindo a sobressair nos mercados internacionais e este tipo de distinções que assinalam a qualidade daquilo que produzimos, ao mesmo tempo que realçam a sustentabilidade da sua produção, é para nós um motivo de enorme satisfação”, explica Francisco Mateus, presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).
O artigo da agência nova-iorquina mencionou 15 garrafas de vinhos produzidos em Portugal considerados surpreendentes pela sua relação qualidade-preço, sendo quase metade dos vinhos em destaque produzidos no Alentejo.

 

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA)
…foi criada em 1989 e é responsável pela proteção e defesa da DOC Alentejo e da Indicação Geográfica Alentejano, certificação e controlo da origem e qualidade, promoção e fomento da sustentabilidade.
O Alentejo é líder nacional em vinhos certificados, com cerca de 40% de valor total das vendas num universo de 14 regiões vitivinícolas em Portugal. Com uma área de vinha de 22,9 mil de hectares, 30% da sua produção tem como destino a exportação para cinco destinos principais, designadamente Brasil, Angola, EUA, Polónia e China.
Uma das duas únicas regiões do mundo que produz Vinho de Talha há mais de dois mil anos, o Alentejo é ainda detentor de uma iniciativa pioneira, o “Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo”, que tem como objetivo melhorar as práticas utilizadas nas vinhas e adegas, produzindo uvas e vinho de qualidade e economicamente viáveis.

Foto: C.M. Reguengos de Monsaraz