//São Vicente e o Vinho
são vicente

São Vicente e o Vinho

A agricultura, em especial a produção de uvas, sempre teve um papel importante no quotidiano madeirense. São Vicente não foge à regra.

 

Concelho

É um dos concelhos mais extensos da ilha, com uma área de 78.82 km2 e uma população de quase 6 mil habitantes.

 

Região

O solo de origem vulcânica, a influência marítima, os verões quentes e húmidos e invernos amenos contribuem para a produção de vinhos únicos na Região Demarcada da Ilha da Madeira.

 

Vinho

É uma das principais atividades agrícolas do concelho. Com cerca de 400 viticultores, assume uma posição de destaque nos concelhos produtores de uva/ vinho da Madeira, sendo a Tinta Negra a principal casta.

Destacamos a Quinta do Barbusano, Vai de Cabeça e Bagonorte. A Adega de São Vicente é também uma infraestrutura de apoio muito importante, recebendo as uvas para posterior produção de vinho.

Vinho seco, meio seco, doce ou meio doce, o vinho licoroso da Madeira tem uma enorme longevidade e apresenta uma grande complexidade de aromas, revelando-se encorpado, aveludado e harmonioso.

 

Gastronomia

Da rica gastronomia destaque para o Bolo do Caco, Caramujos e Caranguejos cozidos, Arroz de Lapas, Espetada com milho frito, Carne Vinha d’Alhos, Bife de Atum ou Sopa de Trigo.

 

Oferta Enoturística

O turismo assume a posição de líder no que respeita à produção de riqueza, sendo a principal atividade geradora de riqueza, quer na região quer no concelho.

Assim sendo, o enoturismo através das rotas do vinho, das visitas guiadas até às vinhas, das experiências proporcionadas, como a apanha e pisa das uvas, tornam este nicho de mercado convidativo e com potencial de crescimento para concelhos como o nosso.

 

Laurissilva e Jardim de Plantas Indígena

A Madeira é uma das Ilhas Afortunadas, porque possui espécies que são verdadeiras relíquias da Natureza. No século XV os primeiros povoadores encontraram esta Ilha coberta de densa vegetação e talvez por isso lhe chamaram Madeira.

O relevo montanhoso provoca uma significativa variação climática e determina a existência de vários andares de vegetação. Entre os 600 e os 1300 metros de altitude surge a Laurissilva, que é a floresta dos nevoeiros e dos loureiros.

O Jardim de Plantas Indígenas, situado no centro da vila de São Vicente, ocupa uma área de aproximadamente 1500 metros quadrados, local acessível ao grande público e onde prosperam muitas das espécies da Laurissilva e algumas espécies típicas das falésias da beira-mar.

 

Feiras e Eventos

Festas do Concelho

Festa da Flor

Expo-Agrícola e Artesanato

Expo-Pecuária

Noite do Mercado

 

In: Territórios Vinhateiros, Olivícolas e Corticeiros de Portugal, edição da AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

Publicação no Jornal dos Sabores numa parceria com a AMPV