//Sabores que não viajam

Sabores que não viajam

‘Km0 Alentejo’ quer garantir que os produtos consumidos não ‘viajaram’ mais de 50 Km.

Em janeiro de 2020 demos conta desta iniciativa coordenada pela Universidade de Évora através do MED – Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento, que pretendia contar com uma plataforma eletrónica onde será possível visualizar locais de produção, compra e consumo de produtos certificados ‘Km0’.

Solicitámos aos promotores deste projeto um balanço de 2020 e recebemos a seguinte informação:
“Com a situação pandémica que vivemos no último ano, tornou-se ainda mais relevante a importância do consumo de proximidade que, aliado à redução da pegada de carbono e frescura dos alimentos que chegam aos consumidores vem, desta forma, demonstrar a importância da pequena agricultura e ao peso da responsabilidade de cada um de nós, como consumidores, na promoção da economia local e manutenção de empregos locais. A iniciativa Km0 Alentejo, ao longo do ano de 2020, cresceu em número de operadores inscritos, em número de entidades parceiras envolvidas e em área geográfica abrangida. Esperamos que a procura por produtos locais continue a crescer e ganhe o reconhecimento devido por parte de toda a sociedade.”
Rita Sanches, Ana Fonseca e Teresa Pinto-Correia

Saiba mais sobre o ‘Km0 Alentejo’, um dos 10 textos com maior número de visualizações em 2020, aqui:
https://jornalsabores.com/sabores-nao-viajam/