//Rio Maior – Enchidos Mestre Henriques
mestre henriques rio maior

Rio Maior – Enchidos Mestre Henriques

O Mestre Henriques é uma empresa familiar, no setor dos enchidos e salsicharia, que aposta na autenticidade dos seus produtos, utilizando carnes de suíno frescas, condimentos sabiamente selecionados, embutidos em tripa natural e fumado a lenha de azinho.

Dos produtos produzidos destacam-se o Painho Ribatejano, a Farinheira de Canela, o Chouriço Tradicional Extra, o Salpicão, o Paiolão e a Morcela Fumada.

Um pouco de História

O Mestre Henriques é uma empresa familiar de produção de enchidos e salsicharia, fundada em 1978, cujos produtos, confecionados de acordo com a rica e genuína tradição portuguesa no sector, apresentam os mais elevados padrões de qualidade e satisfazem os gostos mais exigentes. É com muito orgulho que revelam o segredo do sucesso da sua produção, resultado da sinergia de dois vetores fundamentais para a produção de enchidos de qualidade superior:

– A TRADIÇÃO E A AUTENTICIDADEDOS PRODUTOS: Herdados pela experiência e saber de praticamente meio século de trabalho no ramo.

– A MODERNIDADE E O RIGOR TÉCNICO: Assegurados pelos meios e equipamentos em permanente renovação, geridos por elementos altamente qualificados no sector.

O objetivo é valorizar a “tradição da nossa terra e das nossas gentes”, empenhando-se numa produção de extrema qualidade, capaz de satisfazer as mais exigentes expectativas do cliente e do mercado, no sector dos enchidos e salsicharia.

Harmonização

Harmonização dos enchidos Mestre Henriques com o vinho tinto Salinas – Caves d´Alagoa (grupo Vinisol).

A Vinisol representa uma empresa familiar constituída em 1981. Tem como área de negócio, a destilação de vinhos e subprodutos vínicos, para a obtenção de aguardente de alta qualidade e excelência.

Colaboram com produtores de vinho e com os organismos de Tutela, para a retirada dos subprodutos vínicos, procedendo depois à sua destilação, obtendo um álcool vínico bruto.

Dedicam-se à produção de aguardente vínica de alta qualidade e excelência, de modo a ser incorporada no fabrico dos vinhos do Porto e Moscatel, bem como em outros produtos licorosos.

Castas Aragonez; Touriga Franca; Touriga Nacional e Tinta Barroca.

Cor vermelha granada de boa intensidade com aspeto muito limpo (brilhante).

Aroma poderosamente frutado a frutos vermelhos (ginja e amora).

Sabor equivalente ao aroma com bons taninos, grande corpo e ligeira baunilha.

Vivo e concentrado com final agradável e muito persistente. Deve ser bebido à temperatura de 17/18ºC.

‘Memórias de Sabores’- Homenagem

Assinalamos o 21º aniversário da elevação da Gastronomia Portuguesa a ‘bem imaterial do património cultural de Portugal, com uma homenagem a:

Na Gastronomia:

Mestre Henriques

No Vinho:

Às Caves d´Alagoa.

 

(Conteúdos produzidos pelo município de Rio Maior, para ‘Harmonizações, histórias e Memórias’, aquando da comemoração dos ‘21 Anos da Gastronomia Património Cultural’, promovida pela AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho)

 

Veja também a entrevista realizada ao podutor Mestre Henriques.