//Quinzena Gastronómica Terras do Borrego´22

Quinzena Gastronómica Terras do Borrego´22

Mais de uma centena de restaurantes na quinzena gastronómica do borrego.

De 8 a 24 de abril decorre a primeira edição da ‘Quinzena Gastronómica Terras do Borrego´22’ onde o Borrego do Nordeste Alentejano IGP estará em destaque à mesa de mais de uma centena de restaurantes dos 15 concelhos do distrito de Portalegre.

A Primeira edição da ‘Quinzena Gastronómica Terras do Borrego´22’ é promovida pelo município de Sousel que se assumiu recentemente como ‘Capital do Borrego’, e decorrerá até ao dia 24 deste mês. Serão mais de 100 os restaurantes dos 15 concelhos do distrito de Portalegre a participar nesta quinzena gastronómica dedicada aos pratos confecionados à base de carne de borrego.

Segundo o município, esta iniciativa, que conta com a adesão de 109 restaurantes, tem como objetivo mostrar a “importância económica” do gado ovino na região, que já conta com o ‘selo’ de Indicação Geográfica Protegida (IGP) “Borrego do Nordeste Alentejano”.

Esta primeira edição contará também com um ‘prato estrela’, um assado lento de borrego com acelgas, com a ‘assinatura’ do chefe de cozinha do Convento do Espinheiro, em Évora, Jorge Peças.

Para assinalar o primeiro ano da iniciativa, o Município de Sousel tem ainda agendadas atividades culturais, incluindo atuações musicais, sessões literárias e um mercado de rua.

A quinzena gastronómica terá lugar todos os anos na mesma época, com o objetivo de afirmar-se como uma referência gastronómica, apoiar a economia local e contribuir para o desenvolvimento turístico de Sousel e da região de Portalegre. Este evento é uma das iniciativas criadas através da marca Sousel ‘Capital do Borrego’, pretendendo a autarquia passar a mensagem de que o Alto Alentejo é hoje a “principal região” do país fornecedora de carne de borrego, sendo que, segundo afirma a câmara de Sousel, a Pasto Alentejano, unidade dedicada à exploração de borregos e a maior empresa do concelho vende “cerca de 130 mil animais por ano”.

“Esta empresa é considerada também a maior exploração de borregos da Europa, com certificação de bem-estar animal e capacidade para 50 mil borregos de efetivo, com uma rotação anual de 400 mil animais, trabalhando com cerca de 3.000 produtores de norte a sul de Portugal”, acrescentou.

 

 

Imagem Borrego: Pasto Alentejano