//Portugal destaca-se na Alta Gastronomia Mundial
portugal alta gastronomia mundial

Portugal destaca-se na Alta Gastronomia Mundial

Foram entregues as ‘Estrelas Michelin 2022 de Espanha & Portugal’ e o território luso conta agora com 5 novos restaurantes galardoados com uma Estrela Michelin e 2 novos restaurantes reconhecidos com a Estrela Verde Michelin, devido ao seu notável compromisso com uma gastronomia mais sustentável.

No passado dia 14 de dezembro, foram entregues em Valência as Estrelas Michelin 2022 de Espanha & Portugal, no Auditorio de les Arts. Ao todo o nosso país, que não perdeu nenhuma estrela este ano, contabiliza 7 restaurantes com 2 estrelas Michelin e 26 com uma estrela. No evento, que regressou ao formato presencial, Portugal destacou-se uma vez mais na Gastronomia Mundial, contabilizando mais 5 estrelas atribuídas nesta Gala patrocinada pela Neolith®.

portugal na alta gastronomia

Os 5 novos restaurantes portugueses distinguidos com as estrelas são: o restaurante Vila Foz, no Porto que é dirigido pelo Chef Arnaldo Azevedo; o Cura, restaurante do Ritz Four Seasons em Lisboa, liderado pelo Chef Pedro Pena Bastos; o restaurante Esporão em Reguengos de Monsaraz, Alentejo, à frente do qual está o Chef Carlos Teixeira; o restaurante A Ver Tavira, no Algarve que é liderado pelo Chef Luís Brito; e o restaurante Al Sud, que faz parte do Clubhouse do hotel Palmares, em Lagos, no Algarve, e que é dirigido pelo Chef Louis Anjos.

Mas as conquistas não se ficaram por aqui: neste evento foram igualmente atribuídas as estrelas verdes da Michelin, que distinguem os restaurantes que estão na linha da frente da gastronomia sustentável e, pela primeira vez, Portugal foi distinguido nesta categoria com dois restaurantes a conquistarem estrelas verdes: o ‘Esporão’, no Alentejo e o ‘Il Gallo D´Oro’ na Madeira.

Ao todo o nosso país, que não perdeu nenhuma estrela este ano, contabiliza 7 restaurantes com 2 estrelas Michelin e 26 com uma estrela.

“Os nossos inspetores disfrutaram especialmente da preparação da seleção de 2022, pelo impulso gastronómico que vive atualmente a Península Ibérica, e que se confirma ano após ano. Em Portugal e Espanha, e apesar da complexa situação de 2021, surgiram muitos jovens talentos que defendem os seus inovadores e diversificados conceitos gastronómicos com personalidade. Uma tendência básica impõe-se em muitos estabelecimentos: a de valorizar ao máximo os produtos locais e as tradições – por vezes audaciosamente revistas – que deles derivam”, comenta Gwendal Poullennec, Diretor Internacional dos Guias MICHELIN, e acrescenta ainda “As nossas equipas também observaram que cada vez mais estabelecimentos mostram um maior interesse em oferecer uma cozinha mais preocupada com as questões do meio ambiente e da sustentabilidade. Não podemos se não congratularmo-nos e apoiar este movimento fundamental, ilustrado este ano com a atribuição de uma Estrela Verde a 8 novos restaurantes especialmente comprometidos com estes fatores”.