//Pinhel e o vinho
pinhel e o vinho

Pinhel e o vinho

Pinhel é um território com uma forte tradição agrícola e vitivinícola. O município tem vindo ao longo dos tempos a desenvolver um grande trabalho de valorização e promoção das suas múltiplas potencialidades, sobretudo com o intuito de afirmar os Vinhos de Pinhel como o principal embaixador deste território.

 

Concelho

O concelho de Pinhel encontra-se entre os 350 e os 600 metros de altitude em relação ao nível do mar e é banhado pelo rio Côa. Estende-se por uma área de 480 km², tem 18 freguesias e cerca de 8500 habitantes.

 

Região

Pinhel pertence ao distrito da Guarda, região Centro e sub-região da Beira Interior Norte, com aproximadamente 3 500 habitantes, também conhecida por Cidade Falcão.

Encontra-se rodeada por colinas, montes e a notável Serra da Marofa. É cidade marcada por planaltos, fortalezas, monumentos e os vastos campos, verdes e férteis, de perder de vista.

Pinhel orgulha-se das suas tradições. As tradições de um povo que, desde sempre, viu na agricultura e na pastorícia a sua principal fonte de riqueza. O trabalho da terra foi-se aperfeiçoando, ao longo dos séculos, dando origem à certificação de produtos como o vinho, o azeite, os enchidos e o granito. Ainda hoje encontramos memórias dessas artes e ofícios que se foram perdendo no tempo.

É nas suas gentes que a “Cidade Falcão” guarda a sua maior riqueza. São elas que carregam as histórias, as tradições, os saberes, as artes e os dons. É das suas mãos que nasce o belíssimo artesanato típico do concelho e a excelência ímpar da sua gastronomia e dos seus vinhos. É também o povo pinhelense que guarda as memórias, passadas de geração em geração, de um pedaço da história de Portugal que por ali passou.

 

Vinho

O vinho está entre os principais atrativos de Pinhel, resultantes de vinhas plantadas entre os 300 e os 600 metros, onde predominam as castas Rufete, Tinta Roriz, Touriga Nacional, Touriga Franca, Marufo (nos tintos), Síria, Arinto, Fonte Cal e Fernão Pires (nos brancos).

 

Cidade do Vinho 2020-2021-2022

O concelho de Pinhel é há muito conhecido pelos seus vinhos que tem vindo a afirmar-se, cada vez mais, como ‘embaixador’ destas terras de riba-Côa.

A par de uma das mais antigas e maiores adegas cooperativas do país, atualmente com 1400 associados, o surgimento de novos produtores veio contribuir para a diversificação da oferta e para a melhoria da qualidade, cada vez mais reconhecida a nível nacional e internacional.

Eleita Cidade do Vinho em 2020, título que estendeu até 2022 devido à situação pandémica, a cidade de Pinhel dedica este título aos homens e às mulheres que dedicam o seu quotidiano ao trabalho da terra e, em particular, ao cultivo da vinha.

 

Gastronomia

A influência do campo, da agricultura e da pastorícia reflete-se nos sabores do concelho e da região. O mel e o azeite apresentam-se também como produtos de excelência, bem como os enchidos e os doces, dos quais se destacam as Cavacas de Pinhel.

 

Oferta Enoturística

 

Cidade Falcão

A história de Pinhel pode ser vivida no seu imponente castelo, nas dezenas de brasões espalhados pela cidade, no Pelourinho, no grandioso património religioso, nas fontes ou nas janelas. Do traçado medieval da zona histórica aos solares setecentistas e oitocentistas, por entre igrejas, capelas e outros que simbolizam a importância e o poder judicial que a “Cidade Falcão”, como é conhecida, deteve outrora, ao magnânimo património edificado, no qual saltam à vista as impetuosas torres do Castelo – sinal máximo da importância tida pela cidade na “defesa nacional” – Pinhel, fruto da sua arquitetura e características de construção de edifícios, é hoje denominada de “cidade com mais solares por metro quadrado”.

 

Casa da Cultura

Foi no antigo Paço Episcopal que nasceu a nova Casa da Cultura, que acolhe o Museu Municipal e o Museu José Manuel Soares. No Museu Municipal são enfatizados os patrimónios que caracterizam o território desde a época pré-histórica à atualidade, com destaque para as pinturas e gravuras rupestres do Vale do Côa, em Cidadelhe, classificadas Património da Humanidade pela UNESCO.

 

Feiras e Eventos

 

Beira Interior – Vinhos e Sabores

Promove os vinhos e os produtos da gastronomia tradicional, o melhor da Beira Interior com um variado leque de atividades: salão de vinhos, degustações e provas comentadas, animação musical, mostra gastronómica regional, workshops e show cooking.

 

Feira das Tradições e Atividades Económicas

Anualmente e sempre no fim-de-semana que antecede o Carnaval, acontece o maior e mais importante evento do concelho e um dos maiores de toda a região. Um evento que marca e distingue Pinhel por se tratar da reprodução fiel da vida e do quotidiano de outrora.

 

In: Territórios Vinhateiros, Olivícolas e Corticeiros de Portugal, edição da AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

Publicação no Jornal dos Sabores numa parceria com a AMPV