//Pastel de Nata com Maçã Riscadinha

Pastel de Nata com Maçã Riscadinha

Nuno Gil criou mais uma ‘especialidade doce’  que, neste caso, promove a região de Palmela.

O Chefe pasteleiro já criou doces relacionados com produtos regionais como a ginja, o moscatel e o choco, mas também com lugares, como as queijadas do anjo (Quinta do Anjo), os pastéis de Aldeia Galega (Montijo) ou os D. Filipe (Setúbal), entre muitos outros doces de sucesso.

Agora, Nuno Gil decidiu acompanhar o esforço que o mundo rural tem vindo a fazer para recuperar o prestígio da maçã riscadinha, um fruto que tem a sua principal área de produção no concelho de Palmela, onde terá surgido no século XIX, embora a DOP – Denominação de Origem Protegida a alargue a possibilidade de produção a zonas limítrofes.

O Pastel de Nata ao qual adicionou a Maçã Riscadinha está já a ser um sucesso apesar de ter sido apresentado muito recentemente numa iniciativa promovida pelo autor, o Chefe Nuno Gil, a Câmara Municipal de Palmela e a Associação da Rota de Vinhos da Península de Setúbal.

O criador explicou que a ideia foi fazer a ligação entre o Pastel de Nata, que é “o pastel mais conhecido do mundo”, com um produto da região, a Maçã Riscadinha, produzida no concelho de Palmela, durante os meses de verão. “Esta nova iguaria não é minha, é nossa”, realçou, mostrando-se satisfeito por já ter criado vários doces, mas não se recordar “de ter havido um movimento tão positivo de pessoas a quererem provar e a dizerem bem do Pastel”, confessou com orgulho.

O Vereador do Desenvolvimento Económico e Turismo, Luís Calha, sublinhou que o Chefe Nuno Gil tem desenvolvido “um trabalho muito interessante ao longo dos anos, procurando investigar a nossa história gastronómica e, a partir daí, construir uma doçaria que tem contribuído para projetar Palmela na região e a nível nacional”.

A Casa Mãe da Rota de Vinhos, em Palmela, é um dos locais onde se pode encontrar o Pastel de Nata de Maçã Riscadinha, mas para saber mais sobre este e outras ‘tentações’ criadas por este ‘Mestre do Pecado Doceiro’, visite a página de facebook da Confeitaria S. Julião:

https://www.facebook.com/ConfeitariaSJuliao/photos/?ref=page_internal

Características particulares da Maçã Riscadinha de Palmela:

distingue-se pela sua forma achatada irregular, a presença de riscas vermelhas sobre uma epiderme de cor verde-amarelada e carepa na fossa peduncular, sendo que os frutos produzidos dentro da área geográfica delimitada apresentam riscas mais intensas. A polpa da Maçã Riscadinha de Palmela é esverdeada, doce e acidulada, muito sucosa e aromática; por vezes apresenta manchas translúcidas (e nesse caso diz-se «azeitada»), característica menos frequente nos frutos obtidos noutras regiões.

In: Produtos Tradicionais Portugueses