//Passas, espumante e outras tradições com sabor
espumante e passas

Passas, espumante e outras tradições com sabor

Espumante (ou champanhe), passa de uvas, lentilhas, frutas redondas são algumas das tradições.

Na passagem de um para outro ano há sempre a esperança de que o futuro – o ano seguinte – possa ser melhor que o anterior e são muitas e variadas as tradições por todo o mundo.

As 12 Passas

No que se refere aos alimentos, em Portugal a mais popular é a ingestão de 12 passas de uva, tradição que nos terá chegado através dos nossos vizinhos espanhóis que começaram a juntar-se na Porta do Sol, a 31 de dezembro, comendo uvas a ridicularizar a alta sociedade espanhola que imitava a aristocracia parisiense que comia uvas frescas acompanhadas de champanhe.

No início do século XX, há um excedente de uma determinada variedade de uvas de Alicante que são colhidas em outubro/novembro e os produtores tiveram a ideia de oferecer essas uvas tardias, já praticamente passas. Nos anos seguintes as uvas começaram a ser vendidas como ‘uvas da sorte’. A elevada procura levou a que passassem a produzir-se uvas/passa.

A tradição passou a ser a ingestão de 12 bagos à meia-noite, um para cada batida do relógio e a representarem os meses do ano, acreditando algumas pessoas que a doçura de cada bago determina como vai ser o mês correspondente. Em Portugal a tradição é associar cada passa a um desejo.

passas

Claro que há muito tempo que em vários pontos do mundo se consumiam uvas com elevada concentração de açúcar por desidratação. Mas isso é outra história.

O Espumante/Champanhe

Quanto ao espumante, sabe-se que esta bebida é, desde há muito tempo, historicamente associado ao luxo e às festas da realeza e da aristocracia na Europa e esse facto sempre influenciou muito a vontade de ‘imitar’ os ricos.

Hoje é uma bebida ao alcance de praticamente qualquer bolsa, mas durante muitos anos o preço contribuía para este ‘elitismo’, muito em especial no caso do espumante produzido na região francesa de Champanhe que, como sabemos, é o único que pode ostentar esta designação.

Como se pretende associar a passagem do ano à festa, o espumante dá-nos esta sensação, pelo barulho da rolha quando salta e pelo transbordar do líquido. E muitas vezes nem é para beber, como acontece, por exemplo, no final de uma corrida de carros e outras celebrações desportivas em que o espumante é derramado sobre quem está à volta.

 

Há quem guarde a rolha da garrafa até ao ano seguinte.

Em Portugal existe hoje uma produção de espumantes, um pouco por todo o território nacional, que têm vindo a conquistar importantes prémios internacionais, embora a região da Bairrada continue a ser a de mais significativa tradição

Outras tradições

Lentilhas

Em alguns países da América do Sul, como no Brasil, é costume comer-se lentilhas na noite da passagem do ano associando-se este alimento a boa sorte financeira já que estas leguminosas são semelhantes a moedas. Há quem garanta que o hábito tem origem italiana.

Fruta redonda nas Filipinas

Na mesma linha vai a tradição da ‘comida redonda’ nas Filipinas, principalmente frutas, em associação à forma das moedas, numa tentativa de atrair boa sorte, sobretudo financeira, para os próximos tempos. Melancias, uvas e laranjas não faltam à mesa, mas também no vestuário os filipinos apostam nos motivos redondos, sendo exemplo os vestidos e camisolas às bolinhas.