//O Sabor dos Geoparques Mundiais da UNESCO
geofood

O Sabor dos Geoparques Mundiais da UNESCO

A GEOfood é uma marca registada na União Europeia que surgiu em 2015, coordenada pelo Magma Geopark na Noruega, o Odsherred Geopark na Dinamarca, o Rokua Geopark na Finlândia e o Rejkyanes Geopark na Islândia, que relaciona a alimentação com a geodiversidade.

A marca destina-se a ser utilizada em territórios classificados como Geoparque Mundial da UNESCO e constitui hoje uma Rede Internacional que reúne vários destes territórios, com o objetivo de promover e valorizar a relação entre o seu singular património geológico e as tradições alimentares locais.

Os territórios são reconhecidos pela UNESCO como Geoparques Mundiais devido à importância do seu património geológico internacional, ao envolvimento único das comunidades e às estratégias adotadas para o desenvolvimento sustentável. Em Portugal, esta distinção foi atribuída aos Geoparques Naturtejo e Estrela no Centro de Portugal, Arouca e Terras de Cavaleiros na área do Porto e Norte e às ilhas dos Açores no oceano Atlântico.

a marca geofood

Os Geoprodutos

Os Geoprodutos são produtos e serviços baseados na Geodiversidade ou Património Geológico de um Geoparque Mundial da UNESCO, relacionados com elementos da paisagem e com a identidade paisagística e autenticidade do território. São fundamentalmente produtos inovadores, novos produtos ou produtos tradicionais reinventados, reinterpretados, que criam valor acrescentado, associados à qualidade e confiança da marca UNESCO. Os “Biscoito Bomba”, o “Queijo do Morro” e os vinhos “Terras de Lava”, “Basalto”, “Magma” ou “Pedras Brancas” são exemplos de Geoprodutos do Geoparque Açores.

Utilização da Marca Geofood

A marca GEOfood destina-se a ser usada por produtores e produtos alimentares, por estabelecimentos de restauração com Menus GEOfood e por alojamentos com serviços de Menus GEOfood. Apenas entidades com sede fiscal em territórios de Geoparques Mundiais da UNESCO podem usar a marca GEOfood. Esta iniciativa visa reforçar a cooperação entre agricultores locais e empresas alimentares no âmbito dos Geoparques Globais da UNESCO com o objetivo principal de aumentar as práticas agrícolas sustentáveis e promover cadeias alimentares km zero e um estilo de vida saudável.

Em Portugal os Geoparques Mundias da UNESCO são cinco e cada Geoparque Mundial da UNESCO português é responsável pela implementação, acompanhamento e monitorização da marca no seu território, assegurando o respeito pelos critérios e uso do logótipo. Um produtor GEOfood tem de ter 100% dos seus produtos com marca GEOfood. As unidades de restauração GEOfood devem ter disponível, pelo menos, um menu GEOfood, que pode ser sazonal.

O Menu GEOfood é um serviço de refeição composto por, pelo menos, 50% de matérias-primas produzidas n a área territorial do Geoparque e que tenham ligação explícita com a geodiversidade do Geoparque.

Conheça melhor AQUI o regulamento da marca geofood em Portugal.

 

imagem capa: aroucageopark