//O Carcavelos «de Estremoz»

O Carcavelos «de Estremoz»

A Howard’s Folly, de Estremoz, lançou uma edição limitada de vinho Carcavelos 1991.

Trata-se, na verdade, de um Carcavelos ‘genuíno’, “elaborado a partir de uma rara colheita deste famoso e reputado vinho fortificado”, como refere a empresa produtora que acrescenta ser este o projeto mais exclusivo da adega alentejana até à data.

Em comunicado, a empresa localizada em Estremoz apresenta assim o vinho agora colocado no mercado:

A ideia para este vinho singular surgiu em 2015, quando o Enólogo Chefe da Howard’s Folly, David Baverstock, surpreendeu Howard Bilton, fundador da adega, com uma garrafa sem rótulo de algo “muito especial”. Com notas de um Madeira muito velho, poderia ter sido um Porto Tawny ou um vinho de Jerez meio-doce envelhecido. Mas não era nem um, nem outro. Uma hora depois, a garrafa estava vazia e David finalmente revelou seu segredo; tinha-se deparado com barricas de vinho de Carcavelos na adega da Quinta dos Pesos em Caparide.

Uma das duas únicas adegas ainda a produzir este vinho fortificado, nos solos arenosos da região de Carcavelos DOC, a oeste de Lisboa, cujo vinho raramente era visto desde os anos 1980.

Os próximos três anos foram passados em negociações com a adega de Carcavelos a fim de comprar alguns de seus extremamente raros barris de vinho antigo para produzir o blend Howard’s Folly 1991.

 

 

Este solera, contendo uma pequena quantidade de vinho de outro ano (85% de 1991 e 15% de 1992), é um blend de vinhas velhas, incluindo Arinto, Galego Dourado, Boal, Rabo de Ovelha, João Santarém e Espadeiro Tinto. Foi envelhecido em cascos de carvalho de 700 litros com ullage (volume para expansão) para melhorar o processo de oxidação, e a sua fermentação foi interrompida a meio com aguardente para deixar um vinho fortificado naturalmente doce.

O resultado é um magnífico vinho de cor topázio, de grande complexidade e comprimento incrível, com aromas voláteis complexos de frutas secas, especiarias e nozes. Na boca é elegante e de sabor intenso, com um final longo e persistente, realçado por uma acidez viva. Perfeito para beber sozinho, com queijo, sobremesa ou com mais vinho de Carcavelos.

A Howard’s Folly
Situada em Estremoz, no Alto Alentejo, a Howard’s Folly é uma adega urbana, dedicada à produção de pequenos lotes de vinhos premium, elaborados com uma seleção de algumas das melhores castas portuguesas. Este projeto excecional foi “idealizado” pelo empresário britânico e colecionador de arte Howard Bilton, e pelo enólogo australiano David Baverstock. Juntos, criaram um projeto único que não só produz vinhos de alta qualidade, mas também reúne arte e caridade (para apoiar crianças carentes, através da Sovereign Art Foundation) sob o mesmo teto.