//Novo projeto irá transformar o setor agroalimentar
setor agroalimentar

Novo projeto irá transformar o setor agroalimentar

Foi aprovado o projeto VIIAFOOD, no âmbito do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), que pretende transformar o setor agroalimentar português.

Com um investimento global de cerca de 110 milhões de euros, financiado em 50% no âmbito das ‘Agendas Mobilizadoras para a Inovação Empresarial’ do PRR e os restantes 50% pelas empresas envolvidas, o projeto promete desenvolver mais de 130 novos produtos, serviços e processos até 2025, em linha com as tendências nacionais e internacionais da alimentação saudável e da sustentabilidade.

O VIIAFOOD surge de um consórcio composto por cerca de 50 entidades, entre empresas, laboratórios e associações do setor, é liderado pela MC e conta com a coordenação da PortugalFoods.

O nosso país tem recursos e condições únicos que não podemos desperdiçar. Com o VIIAFOOD queremos elevar o setor agroalimentar português a um nível superior, em que as nossas empresas estejam capacitadas para intervir nos mercados externos de forma competente e com argumentos de peso. Há áreas de negócio para explorar e oportunidades de melhoria na forma como produzimos e fazemos chegar os produtos aos clientes, que temos de agarrar. Este é um projeto para impulsionar a economia nacional” explica José Fortunato, administrador da MC.

Os desenvolvimentos obtidos, através da introdução de novos produtos e na melhoria de processos, contribuirão para a promoção de uma alimentação mais saudável e sustentável bem como para a capacitação deste setor da economia portuguesa, aumentando a sua competitividade internacional.

 “O Pacto de Inovação VIIAFOOD é, sem dúvida, o maior movimento do setor agroalimentar português. Com um forte investimento das empresas, preconizando um setor mais competitivo, mais digitalizado e mais sustentável, esta iniciativa contribuirá para acelerar a recuperação e o aumento da resiliência da indústria nacional, objetivo central dos investimentos e dos apoios no âmbito do PRR. Sendo o setor alimentar um pilar da economia nacional, pelo peso que tem em termos de volume de negócios e exportações, é também essencial na vida das famílias portuguesas, pretendendo-se ter o consumidor mais próximo, na validação das apostas da indústria, e dos desenvolvimentos previstos, com os parceiros das entidades do sistema científico e tecnológico nacional”, declarou Amândio Santos, presidente do Conselho de Administração da PortugalFoods.

A cerimónia pública de aprovação do financiamento decorreu no passado dia 23 de julho, em Lisboa, com a presença do Primeiro Ministro, António Costa, da Ministra da Saúde, Marta Temido, do Ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva e da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.