//Nógado com 100 metros em Arraiolos

Nógado com 100 metros em Arraiolos

Um dos doces tradicionais no Carnaval, vais ser distribuído pela população em versão ‘mega’.

Os nógados, especialidade alentejana, são tradicionalmente preparados durante o Carnaval, com a massa que sobejou das filhós e servida normalmente sobre folhas de laranjeira. Em Beja, no entanto, também se fabricam pelo S. João. Apesar de também lhe chamarem Pinhonates ou Pinhotes, não levam nozes nem pinhões.

Agora, em Vimieiro, no concelho de Arraiolos vai ser confecionado um exemplar deste doce tradicional, com 100 metros e que será distribuído por quem estiver presente no domingo de Carnaval, às 17:00 horas. O ‘mega nógado’ integra a iniciativa ‘Ao Sabor das Tradições’ que, por sua vez, é uma das várias atrações carnavalescas na vila de Vimieiro.

De acordo com a presidente da Câmara de Arraiolos, Sílvia Pinto, o município promove ao longo do ano um conjunto de ações que com o objetivo de “dar visibilidade aos sabores tradicionais do concelho”, dos quais se destaca, nesta época do ano, o nógado de Carnaval. “A transmissão de usos e costumes alicerçados em práticas ancestrais ganha um espaço determinante com este incentivo proporcionado pela autarquia, em colaboração com a comunidade local”, adiantou.

O que é o nógado?

De acordo com o site ‘Produtos Tradicionais Portugueses’, para confecionar os nógados alentejanos “ou se usam restos de massa que sobejou das filhós ou se faz uma massa batendo à mão os ovos, o azeite, o sal e a farinha suficiente para tender rolinhos delgados (com 1cm de diâmetro) que se cortam aos bocados com cerca de 1 cm de comprimento. Fritam-se estes bocadinhos de massa em azeite ou óleo. Ferve-se o mel com canela e raspa de limão até ponto de pasta. Introduzem-se os pedacinhos fritos e retiram-se. A forma de apresentar o doce é variável: triângulos ou quadrados pequenos, com cerca de 1 cm.

Empada de Arraiolos

A ‘Empada de Arraiolos’ apresenta, na sua confeção, uma relação íntima com a gastronomia alentejana. E é tão especial que, para evitar imitações que possam colocar em perigo a ‘reputação’ das originais, o município de Arraiolos registou no INPI, I. P., a marca ‘Empada de Arraiolos ®’, sendo seu legítimo e único titular.
Não deixe de as provar, ou voltar a degustar, com a certeza de que, se tiverem a marca de registo, são ‘legitimas’.

Foto interior: https://navegantes-de-ideias.blogspot.com/