//‘Matança do lar do Minho’ ganha concurso

‘Matança do lar do Minho’ ganha concurso

Com uma recriação do tradicional ‘Arroz de Sarrabulho’ jovem de 19 anos ganha ‘Minho Young Chef Awards 2019’.
O jovem estudante de cozinha na Escola Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo chama-se Rui Pedro Meira e vai agora representar Portugal nos European Young Chef Awards em outubro, na Grécia.

Rui Pedro irá apresentar na Grécia a sua criação culinária confecionada com ingredientes 100% minhotos: carne de vaca cachena, porco bísaro, frango, mão de vaca, chouriço de carne, ossos da suã, rolo de folha de arroz com arroz de sarrabulho, mousse de queijo creme e sangue, crocante de arroz e salsa, crocante de arroz e sangue, cebolas caramelizadas, molho de sarrabulho e rebentos de salsa.
O jovem futuro cozinheiro, que irá representar o país no concurso internacional European Young Chef Awards, promovida pelo IGCAT na Ilha de Rodes na Grécia, outubro, disse ter-se inspirado nas tardes de convívio em família na Areosa, em Viana do Castelo e explicou: “Escolhi o sarrabulho porque recordo-me dos serões em família, da partilha e das horas que passamos à volta da mesa. A “matança” do lar do Minho é o nome do prato vencedor que apresenta uma combinação da herança gastronómica com um toque de criatividade e inovação.

A competição atribuiu também os prémios: Melhor Empratamento e a Melhor Harmonização. Ana Castro ganhou o Prémio Cafés Christina para o melhor empratamento e o Tiago Mesquita recebeu o prémio Adega Ponte da Barca para a melhor harmonização com o vinho verde. O estudante da Escola Amar Terra Verde escolheu um vinho verde da região do Minho para acompanhar o prato principal a concurso.

A iniciativa do Minho Young Chef Awards é uma competição promovida pelo Consórcio Minho Inovação – que integra as três Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, Cávado e Ave, pelo Instituto Internacional da Gastronomia, Cultura, Artes e Turismo (IGCAT), e pela Plataforma das Regiões Gastronómicas. O objetivo é fortalecer os laços entre os municípios e a identidade do Minho através de jovens chefs profissionais, promovendo a inovação gastronómica, utilizando a cozinha tradicional e produtos locais.