//Manteigas incentiva produção de feijocas

Manteigas incentiva produção de feijocas

Município apoia produção de leguminosa que valoriza a gastronomia deste território serrano.

A feijoca guisada com carnes de porco é uma das mais famosas iguarias propostas nos restaurantes deste concelho, mas há que degustar também os pastéis de feijoca.

A ‘feijoca de Manteigas’ é uma variedade de feijão graúdo que ao ser cultivada em altitude e regada pelas águas cristalinas da bacia do Zêzere, adquire um sabor único, de textura aveludada, que merece ser degustado e divulgado, refere-se no site da Câmara Municipal de Manteigas.
E porque as feijocas aqui produzidas são importantes para a oferta gastronómica local, a autarquia renova, neste ano de 2021, o programa de incentivo à produção desta leguminosa, com o objetivo de “combater o abandono das terras, preservar o solo e o meio ambiente, privilegiar a utilização dos recursos locais, dignificando a agricultura, os seus agentes e o meio económico em que estes se inserem”.

A feijoca, também chamada feijão-da-espanha ou feijão-de-sete-anos nasce de uma planta trepadeira da família das leguminosas e é apresentada como fonte de proteínas vegetais e de hidratos de carbono complexos, para além de vitaminas, minerais e fibra.

Mas fique a saber que em Manteigas pode encontrar também pão de centeio e broa de milho, enchidos (chouriça, farinheira e morcela) e queijos de ovelha ou de cabra. Mas também o caldudo, um caldo de castanhas secas (piladas), a sopa de abóbora, as trutas fário ou arco-íris, o cozido à serrana, as febras de porco em vinha d’alho e o feijão cozido no forno. Nos doces há que contar com o requeijão com doce de abóbora, o arroz doce, o bolo de crista, os bolos de leite, as cavacas, os esquecidos e os pastéis de feijoca. Para finalizar… uma aguardente de zimbro.

 

Receitas
Feijoca Serrana (receita publicada pela Confraria da Feijoca de Manteigas)
A receita tradicional da Feijoca Serrana é um guisado a partir de um refogado de cebola, alho e louro a que se juntam as carnes de porco, previamente cozidas, deixando-as apurar. Acrescentam-se as feijocas depois de cozidas e não piladas que foram demolhadas de véspera. As feijocas são servidas com enchido regional de chouriça, morcela e farinheira e acompanhadas pelo arroz de carqueja que se obtém adicionando arroz, cozido na água da feijoca, a um refogado de cebola e alho que foi apurado com um ramo de carqueja.

 

Mas se preferir confecionar a Feijoca à Moda da D. Fátima, tem aqui a receita:
http://www.feijocademanteigas.pt/index.php/gastronomia

Também Amália Rodrigues não ficou indiferente à Feijoca, como se pode verificar por este excerto do poema ‘Feijoca Catarina’

O feijão diz à feijoca
Quando lhe toca a ramada
Dá-me cá uma beijoca
Antes de seres descascada”