//Levar os produtos de Almeirim além-fronteiras
almeirim

Levar os produtos de Almeirim além-fronteiras

Um investimento até 12 mil euros irá permitir aos produtores de Almeirim participarem em concursos nacionais e internacionais com vinhos certificados, mas as apostas não se ficam apenas pelo vinho.

Em parceria com a associação CVR Tejo – Comissão Vitivinícola Regional do Tejo, que representa o comércio do setor vitivinícola da região, a Câmara Municipal de Almeirim vai atribuir até 12 mil euros para os produtores do concelho participarem em provas de vinhos certificados, em concursos nacionais e internacionais até ao final de 2022.

A nova estratégia de incentivo de Almeirim, quer certificar e destacar os vinhos da região, levando-os além-fronteiras, para concursos que os colocarão em mercados estratégicos.

Segundo Pedro Ribeiro, presidente da Câmara Municipal de Almeirim “Não basta produzir com qualidade, é preciso certificar. É a certificação que dá as garantias ao consumidor de que o vinho é de qualidade.”

“Historicamente, Almeirim sempre teve uma ligação enorme à agricultura e, naturalmente, ao vinho. Aquilo que temos vindo a fazer, numa perspetiva moderna, é um investimento, para que os produtores do concelho de Almeirim que tenham vinhos regionais certificados possam ter a possibilidade de ir a concursos como forma de promover os seus produtos”, conta Pedro Ribeiro, presidente da Câmara Municipal de Almeirim, ao DN.

 

almeirim

 

Pedro Ribeiro refere ainda a notoriedade que os vinhos da região têm vindo a ganhar, sublinhando, porém, que ainda existe bastante trabalho por fazer a nível internacional: “Nos últimos anos, a divulgação dos nossos vinhos e o crescimento da região dos Vinhos do Tejo tem sido notório, mas é preciso continuar este trabalho. Este apoio vai permitir isso mesmo: mais oportunidades para os nossos produtos deixarem a sua marca a nível nacional, mas também internacional.”

A ligação entre a Câmara Municipal de Almeirim e a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo não é novidade e o autarca defende “o grande chapéu” que representa esta parceria. “Produzimos cerca de 50% do vinho desta região. O que for bom para os vinhos do Tejo, será naturalmente bom para os vinhos de Almeirim. Portanto a estratégia é dupla, por um lado criar as condições para que a CVR Tejo possa fazer o seu trabalho e depois, de uma forma mais específica, promover os vinhos do concelho, sempre numa lógica de parceria”, afirmou.

Entre os vários vinhos de Almeirim, Pedro Ribeiro destaca os que são produzidos com a Casta Fernão-Pires, a “mais importante do concelho” e a que tem ganho mais prémios ao longo dos anos. “As nossas próximas apostas serão na Casta Fernão-Pires, que é importantíssima. As pessoas já perceberam que é aqui que está a qualidade”, assumiu.

As apostas não se ficam apenas pelo vinho, uma vez que também a aguardente do concelho tem um grande potencial. “A aguardente é uma área que nós queremos incentivar e levar os nossos produtores a também poderem ter aí mais uma fonte de financiamento”, sublinhou.

Os vinhos de Almeirim já receberam uma quantidade elevada de prémios pela sua qualidade, destacando-se recentemente na 9.ª edição do Concurso Vinhos de Portugal 2022, com várias medalhas de prata e três medalhas de ouro.

“Acredito que no futuro o vinho vai continuar a ser um dos destaques de Almeirim”, afirmou Pedro Ribeiro, lembrando que “tem uma importância grande, a par da sopa da pedra”. “O que queremos é ir garantindo que os nossos produtos agrícolas continuem a ter relevância e ganhos de qualidade”, concluiu.

 

Sopa da Pedra reconhecida pela UE

Além dos vinhos, o concelho de Almeirim, bem como toda aquela região, é também conhecido por diversos produtos regionais como o melão e as caralhotas (bolas de pão caseiro cozidas em forno de lenha). Ainda assim, a maior popularidade recai na famosa Sopa da Pedra, que foi recentemente classificada com o estatuto de Especialidade Tradicional Garantida (ETG) da União Europeia (UE).

 

sopa da pedra

 

A classificação foi publicada no Jornal Oficial da União Europeia a 20 de junho, dia em que se celebrou a elevação de Almeirim a cidade, permitindo assim que a Sopa da Pedra se torne o segundo produto no país com o reconhecimento de ETG.

Leia o nosso artigo: https://jornalsabores.com/sopa-da-pedra-e-especialidade-tradicional-garantida/