//Lagoa vai receber concurso ‘Cidades do Vinho’

Lagoa vai receber concurso ‘Cidades do Vinho’

Certame conta com o ‘Alto Patrocínio da Presidência da República’

O concurso irá decorrer em Lagoa, de 26 a 29 de novembro, e neste momento já está a receber inscrições. Das principais características diferenciadoras do concurso, destacam-se a promoção conjunta dos vinhos e dos territórios, a inscrição que será válida também para o Concurso Internacional Città del Vino (Itália, maio 2021) e a participação dos vinhos mais pontuados de cada região vitivinícola na primeira edição da Prova Nacional de Vinhos (Anadia, maio de 2021).
Foram estas particularidades que terão contribuído para que o Presidente da República atribuísse o seu ‘Alto Patrocínio’ a esta iniciativa, bem como o Ministério da Agricultura lhe concedesse o seu apoio institucional, sendo parceiro do concurso, refere nota da organização.

O Secretário de Estado da Agricultura, Nuno Russo, que presidiu à cerimónia de apresentação que decorreu em Cascais, referiu que “este concurso em particular permite a defesa e a divulgação da identidade dos territórios e da sua relação com a cultura do vinho, possibilitando uma ocasião de promoção dos municípios”.

Município de Lagoa é o anfitrião
Enquanto anfitrião do concurso, Luís Encarnação, presidente da Câmara Municipal de Lagoa, considera a realização desta iniciativa “uma oportunidade para o Algarve e uma chamada de atenção para os vinhos algarvios”, até porque “os vinhos mais a sul estão cada vez melhores”.
O autarca revelou que em 2016 – ano em que Lagoa deteve o galardão de Cidade do Vinho – existiam três produtores no concelho e hoje, quatro anos depois, esse número triplicou.

Presidente da CAP expressa desejo de que este concurso “ganhe expressão”
Eduardo Oliveira e Sousa, presidente da CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal, presente na cerimónia afirmou que “o que enaltece o território, as histórias e a cultura, só pode promover o país. Era muito bom que este concurso ganhasse expressão, porque o importante é enaltecer o trabalho dos viticultores, dos produtores, do país”, revelou.

Secretário-geral da AMPV lembra que este concurso “não pretende competir com nenhum outro”
O Concurso Cidades do Vinho está inserido no Concurso Internacional que há 18 anos é promovido pela associação italiana Città del Vino, e “é único no mundo por unir os municípios e os produtores, promovendo simultaneamente os vinhos e os territórios”, sublinhou José Arruda, secretário-geral da AMPV, concluindo que “este concurso não pretende competir com nenhum outro, porque tem uma ótica e uma visão totalmente diferentes. A sua essência fundamental é o território, as suas potencialidades, os seus produtos endógenos, o turismo, o vinho”.

Conferência Mundial de Enoturismo e Concurso Mundial de Sauvignon
Oportunidade ainda para o presidente da Recevin e presidente do município de Reguengos de Monsaraz, José Calixto, anunciar a realização da 5º Conferência Mundial de Enoturismo em Reguengos de Monsaraz em maio de 2021.
Outro evento internacional que irá marcar a agenda no próximo ano decorrerá em Torres Vedras: o Concurso Mundial de Sauvignon, nos dias 12 e 13 de março, e do qual a AMPV é co-organizadora. Carlos Bernardes, presidente daquele município acredita no contributo deste certame para a região Oeste.

Para mais informações e inscrição de vinhos: https://concursocidadesdovinho.pt/

Foto interior: Rotunda em Lagoa