//Lagarto Pintado Colheita Selecionada

Lagarto Pintado Colheita Selecionada

Novo Vinho Verde DOC da Casa de Vila Nova é um exclusivo para as lojas Pingo Doce.

A Casa de Vila Nova, nome incontornável da região dos Vinhos Verdes, lança esta semana o Lagarto Pintado Colheita Selecionada, um vinho para o mercado nacional com venda exclusiva na cadeia de lojas Pingo Doce. Nas encostas do concelho de Penafiel, nasce este Vinho Verde DOC elaborado a partir das variedades Loureiro, uma das castas mais características da região dos Vinhos Verdes, e Fernão Pires, uma das variedades brancas mais plantadas em Portugal.
O Lagarto Pintado Colheita Selecionada deve o seu nome ao lagarto-de-água, natural da região dos Vinhos Verdes, e é um apelo à proteção e conservação desta espécie ameaçada. O claim deste vinho − “Fresco & Selvagem” − visa reforçar a ligação do vinho ao bonito réptil que o inspira.

Provenientes de vinhas plantadas em solos graníticos, as uvas das castas Loureiro e Fernão Pires conjugam-se de forma muito harmoniosa originando um vinho com aroma floral e notas de frutos cítricos, apresentando-se jovem e vibrante. Trata-se de um vinho de grande aptidão gastronómica, sendo ideal para acompanhar carnes brancas, saladas, peixes, sushi ou mesmo como aperitivo.

O Lagarto Pintado Colheita Selecionada Vinho Verde DOC tem um PVP recomendado de 5,99€ e encontra-se disponível nas lojas Pingo Doce em todo o território nacional.

Sobre a Casa de Vila Nova

Situada na sub-região do Sousa da região demarcada dos Vinhos Verdes, a Casa de Vila Nova encontra-se na posse da família Lencastre desde o século XII. Foi apenas na década de 1970 que Luís Lencastre iniciou a actividade de produção de vinho verde, sendo hoje o projecto liderado pelos seus filhos e actuais sócios Bernardo, Luísa, Sofia e Filipe. A Casa de Vila Nova é presentemente uma das mais dinâmicas empresas vitivinícolas da região dos Vinhos Verdes, procurando honrar o seu distinto passado em sintonia com inovação e modernidade. Para a criação dos seus vinhos, recorre maioritariamente às castas autóctones da região como Alvarinho, Arinto, Avesso ou Loureiro, às quais juntou algumas das melhores variedades internacionais como Chardonnay e Sauvignon Blanc. Actualmente, os vinhos da Casa de Vila Nova são mundialmente reconhecidos pela sua qualidade e comercializados em dezenas de mercados com destaque para EUA, Brasil, Alemanha, Holanda, Canadá, Polónia ou Reino Unido.

NR – Informação do produtor