//Jamie Oliver fecha 6 restaurantes no Reino Unido

Jamie Oliver fecha 6 restaurantes no Reino Unido

O conhecido chef brtânico vai fechar seis dos 42 restaurantes que tem no Reino Unido. O Brexit tornou os negócios insustentáveis, explicou o CEO do grupo, citado pela Reuters.

Simon Blagden justificou-se dizendo que “este é um mercado muito duro e e as pressões e as incertezas do pós-Brexit tornaram a situação muito mais complicada”. O gestor acrescentou: “Nós recusamo-nos a comprometer a qualidade, a origem dos nossos ingredientes e a formação e desenvolvimento das nossas equipas. Precisamos que os restaurantes sirvam, em média, três mil refeições por semana, para serem rentáveis”, justificou Blagden.

Um dos exemplos citados na notícia é que, com a queda do preço da libra, que fechou 2016 com uma desvalorização acumulada de mais de 16% face a dólar, os preços dos produtos e ingredientes que Jamie Oliver compra em Itália, dispararam.

Representando menos de 5% do volume de negócios total do grupo, os seis restaurantes que vão fechar até Março situam-se em Aberdeen, Exeter, Cheltenham, Richmond, Tunbridge Wells e Ludgate Hill, em Londres.

Style: "main"Perante a possibilidade de despedimento de cento e vinte pessoas, Blagden afirmou que “o compromisso da nossa equipa e a minha prioridade vai ser assegurar as pessoas afectadas, propondo-lhes alternativas dentro do grupo”, disse. “Nos casos em que não for possível, vamos trabalhar em conjunto para encontrar um emprego alternativo.”

Jamie Oliver tem actualmente 42 restaurantes no Reino Unido e outros 36 no resto do mundo. “Globalmente o negócio está a correr bem, com um aumento das vendas e do número de refeições.”

Em 2015, o grupo de empresas de Jamie Oliver, que abrange áreas como a produção de televisão, os livros e o canal digital foodtube, aumentou as receitas totais em 2% para 169 milhões de euros.