//Harmonizar Vinho e Jazz

Harmonizar Vinho e Jazz

‘Palmela Wine Jazz’ decorrerá no anfiteatro ao ar livre, junto ao Castelo

O Palmela Wine Jazz regressa a 10 e 11 de julho, numa parceria da Câmara Municipal de Palmela com a Associação da Rota de Vinhos da Península de Setúbal.
Centralizado no Parque Venâncio Ribeiro da Costa, junto ao Castelo, a 7.ª edição deste festival contará com uma Feira de Vinhos, entre as 14h00 e as 20h00 e concertos no anfiteatro ao ar livre. No Castelo, decorrerão alguns espetáculos promovidos pelo estabelecimento de restauração parceiro “Bobo da Corte” e atividades de turismo cultural.
Promover os vinhos de qualidade da Península de Setúbal, aliando-os ao universo criativo do jazz e, consequentemente, conquistando novos públicos e visitantes são os objetivos do “Palmela Wine Jazz”, que conta com os apoios da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal e de empresas do Programa “Mecenas de Palmela”.

Programa e mais informações em:
https://www.cm-palmela.pt/viver/cultura/agenda-de-eventos/evento/palmela-wine-jazz-36

 

Jardins de Vinhas
Para antes ou depois dos espetáculos ou mesmo para outros dias, este território concelhio conta agora com o percurso pedestre e ciclável ‘Jardim de Vinhas’ – lançado em maio e o primeiro da Península de Setúbal de cariz enoturístico – para a descoberta da paisagem de vinha e montado de sobro caraterística da aldeia vinhateira de Fernando Pó.
Quer saber mais? Veja este vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=H-xBPk7H7As

 

Município isenta esplanadas de taxas até final do ano
Foi aprovado, por unanimidade, em reunião de Câmara, o prolongamento até 31 de dezembro de 2021 da isenção do pagamento de taxas de ocupação do espaço público para instalação e/ou ampliação de esplanadas, como medida de apoio ao tecido económico local, face à pandemia COVID-19.
“Atendendo à aproximação da época alta para a atividade turística, e de forma a minimizar os fortes prejuízos causados pela pandemia sobre o setor, o Município entende que é de elevada importância contribuir para a dinamização da área da restauração e bebidas. Apesar de se fazer sentir alguma retoma, as consequências do encerramento e das limitações impostas a estes espaços conduziram a uma delicada situação económico-financeira para muitas/os empresárias/os, trabalhadoras/es e suas famílias”, refere nota do município.