//Há novidades ‘bacalhauzeiras’
bacalhau

Há novidades ‘bacalhauzeiras’

No Parque das Nações, em Lisboa, o Chefe Júlio aumentou a oferta ‘bacalhauzeira’.

Depois da primeira vez em que lá fui, atrevi-me a sugerir e acompanhar alguns amigos. De todas as vezes gostei e até fiquei ‘bem visto’ pelos companheiro de mesa.

Estou a referir-me ao restaurante D’ Bacalhau, localizado no Parque das Nações, em Lisboa, onde a especialidade, como se percebe pelo nome, é bacalhau e a oferta comtempla mais de duas dezenas de propostas.

Embora os pastéis sejam muito bons (até têm bacalhau, vejam lá) mas eu não dispenso aquela que foi considerada a ‘Melhor Patanisca de Lisboa’, ou melhor, as ‘irmãs’ porque as que o júri provou, ficaram lá.

O ‘Misto de Bacalhaus’ (lagareiro, com natas, à brás e com broa) detém a liderança dos pratos mais vendidos do espaço e já o pedi para partilhar, mas como o meu preferido é o ‘à lagareiro’, por vezes ataco sozinho uma dose desta opção e, acreditem, fico deliciado.

 

 

A novidade

Mas agora o Chefe Júlio decidiu lançar uma nova carta com a mais recente receita que junta lombos de bacalhau, batata palha, broa, alheira e espinafres frescos, que já provei e passa a ser a minha alternativa ao lagareiro, para não andar sempre a repetir.

Tem boas opções de vinhos e até há dias em que se pode ouvir o fado, com convidados e até o próprio Chefe cozinheiro também canta.

bacalhau

É claro que, por muito boa que seja a confeção (e é) não se conseguem bons resultados sem bom produto, sobretudo no caso do bacalhau onde conta o peixe, mas também a demolha e até a qualidade do líquido da fritura quando é o caso.

Há uns anos, recebia telefonemas a pedir-me sugestões de restaurantes e depois pediam também a morada, o nº de telefone, um ponto de referência, mas nos últimos anos, só me perguntam se o restaurante recomendado tem site. Antes que perguntem, aqui fica.

https://restaurantebacalhau.com/

 

Amilcar Malhó

PARTILHAR: não é um espaço de crítica, mas apenas de ‘partilha’ do que gostei.

Se acontecer a oportunidade poderei partilhar a refeição, mas para já, partilho a informação.