//Há Lampreia… em Tomar

Há Lampreia… em Tomar

Aos fins de semana e em regime de take away, Tomar promove a ‘XXII Mostra da Lampreia’.

Tendo passado parte da sua vida no alto-mar, quando chega à idade adulta, este estranho animal sobe o caudal do rio onde nasceu, para desovar. E a cidade de Tomar, graças à excelência desta espécie pescada nos cursos de água que banham o seu concelho, torna-se, entre o final do Inverno e o início da Primavera, um dos principais destinos dos apreciadores, quase viciados, deste pitéu.

Apesar de o ciclóstomo existir nesta região há muito tempo, foi identificada há cerca de uma década uma nova espécie; a lampreia de Ourém ou lampreia do Nabão, ‘Lampetra auremensis’.

Exemplo da tradição desta iguaria na região é a ‘Mostra da Lampreia’, promovida anualmente pelo município de Tomar e que na edição de 2021, entre 27 de fevereiro e 31 de março, decorrerá apenas aos fins de semana e em regime de take away.

Fiquemos com a receita da ‘Lampreia de sangue’

Ingredientes

1 lampreia e o sangue; 1 dl de vinho tinto; 1 cebola; 1 cenoura; 2 dentes de alho; manteiga; 1 colher de azeite; vinho branco; sal e pimenta q.b.; sumo de limão.

Preparação

Amanha-se a lampreia, aproveitando o mais possí­vel o sangue que ela contém, lavando a barriga com 1 dl de vinho tinto para completo aproveitamento. Depois, parte-se em postas de 4 cm, que se tempe­ram com sal, pimenta, sumo de limão e 2 dentes de alho finamente picados. À parte, faz-se um refogado com cebola e cenoura picadas, uma colher de azeite e manteiga. Quando a cebola ficar loura, acrescen­tam-se os bocados da lampreia que se deixam ferver um pouco, dando-lhes algumas voltas na gordura. Em seguida, deita-se a marinada, deixando-se cozer a lampreia. Acrescentam-se, de quando em quando, mais colheres de vinho branco e água, em partes iguais. Quando a lampreia está cozida e o molho apurado, junta-se o sangue, deixando-se cozer por uns momentos. Acompanha com arroz de manteiga.

Esta especialidade da gastronomia ribatejana me­rece ser regada com um bom vinho tinto da Região Tejo. Procure um vinho complexo mas harmo­nioso que faça ligação com o tempero da marinada.

Texto e foto; Livro ‘Os Sabores da Nossa Terra’ – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte

Ementas e contactos dos restaurantes aderentes à Mostra da Lampreia de Tomar em:
http://www.cm-tomar.pt/images/icagenda/files/xxii-mostra-da-lampreia-desdobravel-04.pdf