//Gastronomia, vinhos, estátuas vivas e música
natal em lagoa

Gastronomia, vinhos, estátuas vivas e música

Se está, ou vai até ao Algarve (Lagoa) nos próximos dias, este artigo é para si.

Papas de milho com amêijoas, as ‘sardinhas da boa morte’, as lulas cheias, o feijão com couve com carne da salgadeira, o biqueirão estivado, a cavala de conserva com cenoura temperada, a sopa de Lingueirão com batata-doce, o peixe alimado, as ovas de polvo secas ou a feijoada de buzinas são algumas das ofertas dos restaurantes do concelho de Lagoa.

Mas como nesta época há uma certa ‘condescendência’ com os pecados da doçaria, é tempo de provar ou repetir (e repetir e repetir) os fantásticos ‘Florados de Lagoa’. Não conhece ainda? Então para lhe aguçar o apetite, leia a parte final deste texto.

lagoa florados

Quanto a vinhos, este município conta já com um conjunto de produtores entre os quais alguns premiados em concursos internacionais e quase uma dezena de unidades de enoturismo.
Mas porque Natal é mais do que comer e beber, o município preparou um conjunto de iniciativas de que destacamos duas:

‘Estátuas Vivas no Natal’ no dia 17 de dezembro entre as 14h30 e as 17h30 e no dia 18 de dezembro entre as 10h00 e as 13h00. Nesta edição, 16 mestres da arte da imobilidade irão encarnar personagens baseados em diferentes temáticas (artes de rua, religião, literatura, história e música) num percurso que engloba a Rua Coronel Figueiredo, Rua 25 de Abril e o Largo 5 de Outubro, em Lagoa.

Trata-se de diferentes quadros artísticos de enorme beleza visual, premiados em diferentes festivais nacionais e internacionais.

No dia 18 de Dezembro, pelas 21h30 o Auditório Carlos do Carmo, em Lagoa, recebe a Orquestra de Jazz do Algarve e a cantora de Jazz Marta Hugon para o concerto “A Warm Christmas”.

Marta Hugon, uma das atuais cantoras jazz portuguesas de créditos bem firmados, junta-se à Orquestra de Jazz do Algarve para este Natal aconchegante, “A Warm Christmas” onde poderá escutar alguns dos standards de época mais emblemáticos como Have Yourself a Merry Little Christmas, mas também outros como Time After Time, Misty ou Embraceable You. Temas imortalizados nas vozes de Ella Fitzgerald, Frank Sinatra, e tantas, tantas outras vozes.

lagoa

Junte-se a este concerto, e não esqueça as regras de segurança, numa Cultura que se pretende que continue a ser segura!

E agora, conheça os ‘Florados’ de Lagoa

Em Lagoa, a presença de religiosas recolhidas no Convento de São José, desde o século XVII, estará na génese de um conjunto de receitas de doces registadas no concelho, entre os quais os agora conhecidos “Florados de Lagoa”.
Nos finais do século XIX, a Congregação das Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena, cuja fundadora foi Teresa de Saldanha, instala-se no Convento de S. José, onde ainda subsistiam algumas das freiras Carmelitas…./…o facto das irmãs confecionarem bolos, a pedido das ditas senhoras mais ricas da então Vila de Lagoa sempre que recebiam visitas em suas casas.
A receita surge mais tarde integrada na 1ª edição d’O Livro de Pantagruel, da autoria de Bertha Rosa Limpo, publicado pela primeira vez em 1946, considerada uma das maiores obras da culinária escrita na língua portuguesa, sob a designação “Floradas”.
Nas últimas décadas, a confeção dos Florados caiu em desuso e no esquecimento de muitos, e gerações mais recentes perderam completa referência à existência deste doce

No entanto, está em curso uma campanha de reativação da marca ‘Florados de Lagoa’, celebrando um protocolo de cooperação entre a autarquia e várias entidades aderentes ao projeto.

Com o objetivo de dar a conhecer este doce tão típico e genuíno, está a ser implementada uma estratégia de promoção que levará os Florados de Lagoa até aos parceiros que vão da hotelaria, à restauração, passando pelas pastelarias com fabrico próprio.

Procure os locais de venda e não deixe passar a ocasião de saborear um dos ‘segredos’ da doçaria algarvia.