//Fonte de vinho grátis para os amantes do néctar de Baco
fonte de vinho

Fonte de vinho grátis para os amantes do néctar de Baco

Em outubro de 2016, em Itália, concretizou-se um ‘sonho’ de muitos amantes do néctar de Baco.

A inauguração da fonte de vinho aconteceu em Villa Caldari, uma pequena aldeia de Ortona, oferecendo aos amantes do vinho italianos e estrangeiros a possibilidade de degustar gratuitamente o vinho Montepulciano d’Abruzzo.

A fonte, concebida pelo arquiteto Rocco Valentini e desejada e apoiada por Nicola D’Auria, proprietário da adega Dora Sarchese, resulta de uma iniciativa da associação sem fins lucrativos Cammino di San Tommaso, fundada por Dina Cespa e Luigi Narcisi, um casal apaixonado por peregrinações, que se inspiraram numa fonte de vinho que se encontra no famoso Caminho de Santiago, a fonte Bodegas Irache em Estella, Navarra.

Ortona é o ponto de partida do Caminho de São Tomás, que termina em Roma, inspirado no famoso Caminho de São Tiago. Mas Abruzzo não é a única região italiana a ostentar uma fonte de vinho: A mais meridional encontra-se em Carosino, na província de Taranto e diz-se ser a maior fonte de vinho da Europa a ‘transformar água em vinho’ durante a Sagra del Vino, um evento que tem tido lugar em meados de setembro, anualmente há mais de 50 anos.

fonte de vinho

Nos arredores de Roma, em Marino, na famosa região de Castelli Romani, no primeiro domingo de outubro deparamo-nos com a Sagra dell’Uva (Festa da Uva) onde várias fontes abrem as suas torneiras com bom vinho. Em San Floriano del Colle, na província de Gorizia, Friuli Venezia Giulia, acontece todos os anos, no início de junho, um festival de vinhos chamado Likof, onde se realiza um brinde com o vinho branco, tipicamente friulano, que flui da fonte durante este festival.

Mas a principal particularidade da fonte de Abruzzo, é que ao contrário das outras em Roma, Taranto e Gorizia, esta fonte distribui o néctar vermelho gratuitamente e continuamente, e não apenas em certas ocasiões e festividades, como acontece com as outras fontes, que só são ativadas durante os festivais de vinho mencionados. Este projeto foi concebido para promover a área e a beleza da Rota de São Tomás e para atrair turistas, peregrinos, crentes cristãos e gourmets.

Fontes de Vinho na Europa

Do outro lado da fronteira, vale a pena mencionar uma fonte que se encontrava na cidade de Budapeste: Sob as paredes de pedra de um palácio do século XIII encontra-se o Labirinto de Buda, composto por ruas e corredores sinuosos, mandado construir entre 1400 e 1500 pelo rei Mathias Corvinus da Hungria.

Obscuras lendas giram em torno da história das grutas, localizadas quase 16 metros abaixo da capital húngara e reconhecidas como Património Mundial da UNESCO em 1987. O labirinto também serviu na história como prisão subterrânea, com câmaras de tortura. Diz-se que o terrível Vlad III, mais conhecido como Vlad O Imperador, fora preso por um período de tempo desconhecido dentro destas paredes e inspirou Bram Stocker a escrever o seu romance sobre o vampiro Drácula.

A bela e misteriosa fonte de vinho encontrava-se localizada ao longo deste labirinto, tendo distribuído vinho a todos os turistas até 2011, ano em que o labirinto foi encerrado devido a uma misteriosa rusga policial no interior do mesmo, aumentando o mistério que o envolve. Avançando para Espanha, ao longo do Caminho de Santiago de Compostela, a rota religiosa mais famosa do mundo, os peregrinos também podem encontrar uma fonte de vinho. Precisamente na cidade de Estella, em 1991, na Comunidade Autónoma de Navarra, a Adega Irache construiu uma fonte de pedra para saciar a sede do peregrino com bom vinho, aberta todos os dias a todas as horas, como a de Ortona.

fonte de vinho

 

 

 

 

 

imagens:

Fonte de vinho Ortona: www.abruzzocamping.it

Fonte de vinho Carosino: www.fondoambiente.it

Fonte de vinho labirinto de Buda: www.itinari.com