//Fogaças de Palmela

Fogaças de Palmela

A 15 de janeiro assinala-se a ‘razão’ desta receita da Confraria Gastronómica de Palmela

Estas fogaças, cuja tradição se assinala a 15 de janeiro por ser dia de Santo Amaro, levam-nos às promessas a este santo e, por essa razão, apresentavam diversas formas como partes do corpo humano, animais, frutos, etc.
Conheça a história aqui: https://jornalsabores.com/palmela-as-fogacas-das-promessas/

Fique também com a receita oferecida pela Confraria Gastronómica de Palmela ao Chefe Silva, que foi um dos fundadores desta associação gastronómica.

Ingredientes
750 gr de farinha; 500 gr de massa de pão; 500 gr de açúcar amarelo; 125 gr de banha; 2 ovos + 1 ovo batido; 0,5 dl de aguardente; 50 gr de erva-doce; 50 gr de canela em pó; raspa de casca e sumo de 1 laranja; farinha para polvilhar.

Preparação
Junte a farinha, a massa de pão, o açúcar, a banha, os 2 ovos, a aguardente, a canela, a erva-doce, a raspa e o sumo da laranja e amasse bem todos os ingredientes. Deixe repousar a massa cerca de uma hora.
Depois estenda a massa com a ajuda de um rolo até ficar com uma espessura fina e corte em forma de animais, frutos ou outras formas a gosto. Coloque num tabuleiro de forno polvilhado com farinha, pincele com o ovo batido e leve ao forno pré-aquecido a 180º C durante cerca de 15 minutos.
Retire do forno, descole as fogaças com uma espátula, deixe arrefecer e sirva.
(Sugestão: pode fazer os olhos dos animais com passas)

Harmonização sugerida pelos Vinhos de Lisboa (Quinta do Rendeiro Colheita Tardia)
As uvas das castas brancas Moscatel Graúdo e Seara Nova colhidas em novembro de 2017 conferem o aroma e o sabor a casca de toranja desta colheita tardia quando consumida fresca, isto é, entre os 10° C e os 12° C. Apesar da doçura que lhe é inerente, revela-se simultaneamente seco, característica perfeita para incrementar o equilíbrio da doçura destas Fogaças de Palmela.
Quinta do Rendeiro Colheita Tardia
(www.cavesrendeiro.com)
http://www.cavesrendeiro.com/

Patrocínio:

(25% do valor do patrocínio é atribuído à área de Formação da ACPP – Associação de Cozinheiro Profissionais de Portugal, de que o Chefe Silva foi um dos fundadores.)

Nota – As Receitas dos Amigos do Chefe Silva integram a ‘Biografia do Chefe Silva’ editada em livro em 2008 e publicada agora em capítulos semanais no Jornal dos Sabores.
https://jornalsabores.com/category/gastronomia/chefe-silva/

Fotos de fogaças: Nuno Gil (Confeitaria S. Julião-Palmela)