//Festival do Moscatel do Douro regressa a Favaios
moscatel

Festival do Moscatel do Douro regressa a Favaios

Nem só de Vinho do Porto se faz o Douro e por isso o Festival do Moscatel do Douro está de regresso a Favaios, no concelho de Alijó, para a 6ª edição.

Produzido a partir da casta Moscatel Galego, este vinho fortificado é indispensável a nível socioeconómico no concelho de Alijó, onde se produz 80% de todo o moscatel da região do Douro, numa área que ocupa 1.400 hectares de vinha.

O evento tem como principal objetivo promover o Moscatel do Douro enquanto produto de excelência, dando o devido destaque à divulgação de outros vinhos e produtos da região, como o pão ou o azeite.

A abertura do festival terá lugar no dia 9, às 18 horas, e inclui uma visita aos expositores. Um dos momentos altos desta sexta edição, que se realiza na Avenida Sr. Jesus do Outeiro, será o Brinde pela Paz com Vinho Moscatel, acompanhado com fogo-de-artifício, no dia 10, às 22h30.

Ainda no dia 10, o Núcleo Museológico Favaios – Pão e Vinho, será palco de um colóquio dedicado às ‘Vulnerabilidades e Estratégias de Adaptação da Viticultura Duriense às Alterações Climáticas’, cujo orador será José Moutinho Pereira, professor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Durante este fim-de-semana, o município promove também a iniciativa ‘Fins-de-semana Gastronómicos’. Os visitantes poderão provar Bacalhau Frito, Massa à Lavrador e Filhoses da Vindima, que voltam a ocupar o lugar principal na mesa dos restaurantes aderentes.

Ao degustar o menu dos ‘Fins-de-semana Gastronómicos’ nestes restaurantes, os clientes recebem um voucher de entrada no Núcleo Museológico Favaios – Pão e Vinho. Os visitantes também têm direito a um desconto de 15% nos empreendimentos turísticos aderentes.

A organização é da Câmara Municipal de Alijó em parceria com a Junta de Freguesia de Favaios e a Adega de Favaios, que prepararam um programa repleto de momentos de interesse para todas as idades com o qual pretendem atrair muitos visitantes à vila de Favaios e ao Concelho de Alijó.

 

Imagem: CM Alijó