//Espanhóis contra Jamie Oliver por causa de chouriço

Espanhóis contra Jamie Oliver por causa de chouriço

A «estrela» britânica da culinária incluiu chouriço na famosa paella, mas ‘nuestros hermanos’ insurgiram-se.

Foi em outubro de 2016, mas vale a pena recordar quando os espanhóis se manifestaram contra a modificação de um dos mais tradicionais pratos da vizinha Espanha.

Jamie Oliver criou, mais uma vez, polémica ao tentar reinventar a tradicional paella espanhola, o prato mais famoso de Espanha, conhecido em Portugal como arroz à Valenciana, por ser desta região a receita original deste prato à base de arroz com carne, peixe, marisco e vegetais.

2-1A versão do Chef britânico, que combina coxas de frango com chouriço, foi publicada no Twiter com o comentário “nem a boa cozinha espanhola é melhor do que esta paella. A minha versão combina coxas de frango e chouriço” e as reações dos espanhóis não se fizeram esperar.

As manifestações foram de suaves a agressivas, passando por alguns comentários divertidos. Os mais furiosos classificam o caso como um insulto e uma declaração de guerra, «ordenam» que retire imediatamente o chouriço da receita, ou que corte os dedos para fazer nuggets de frango e deixe a cozinha espanhola em paz.

Outros, num registo mais divertido, sugerem que se dedique a alterar as receitas clássicas ingleses inventando ‘Fish and Chips com beringelas e pato’ ou que o que Oliver propõe “não uma paella mas sim um arroz com coisas”.

Há mesmo uma fotomontagem em que se compara a «paella inglesa» ao polémico restauro do Ecce Homo de Borja, a pequena pintura do Santuário da Misericórdia de Borja,

Esta não é a primeira vez que o mediático Chefe levanta polémicas internacionais com as suas tentativas de reiventar cozinhas tradicionais. Foi o caso de um prato de arroz africano que provocou respostas nas redes sociais como “não permitiremos que a cozinha de África seja colonizada”. No Brasil, Oliver também causou um pequeno ‘incidente diplomático’ em 2014, quando classificou o brasileiríssimo ‘brigadeiro’ como um “monte de porcaria”.

A primeira receita de paella valenciana, antes conhecida como arroz à valenciana, aparece pela primeira vez num manuscrito do século XVIII.

A paella ganhou esta designação porque é confecionada num recipiente metálico, redondo e pouco profundo, com um diâmetro mínimo de 30 centímetros, cujo nome valenciano é precisamente paella, que vem da palavra latina patella.

A paella valenciana tal como se conhece hoje em dia, faz-se com carnes de coelho e frango. O arroz é cultivado na região de Valência.