//DOURO é Cidade Europeia do Vinho 2023
cidade do vinho

DOURO é Cidade Europeia do Vinho 2023

A RECEVIN – Rede Europeia das Cidades do Vinho elegeu hoje, 15 de junho, em Bruxelas, no Parlamento Europeu, a Cidade Europeia do Vinho 2023.

A vencedora foi a candidatura “Douro All Around Wine”, apresentada por 9 municípios desta região classificada de Património da Humanidade pela UNESCO: Armamar, Lamego, Murça, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Tabuaço, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa e Vila Real.

José Arruda, secretário-geral da RECEVIN, revela que “as três candidaturas eram muito fortes e a decisão foi bastante difícil” e que “agora o Douro terá este grande desafio pela frente, que ao mesmo tempo é uma excelente oportunidade para promover e desenvolver um território que tem uma enorme história e um valor inigualável, que é conhecida no mundo inteiro e reconhecida pela UNESCO”.

douro

“O Douro Património da Humanidade será, assim, uma referência europeia no vinho, na vinha, na cultura e na celebração harmoniosa da natureza e obra secular realizada por gerações de durienses”, afirma José Manuel Gonçalves, presidente do município de Peso da Régua e porta-voz desta candidatura em Bruxelas.

No discurso que fez no Parlamento Europeu, o autarca acrescentou ainda que “esta candidatura é um dos maiores desafios coletivos que o Douro já assumiu em toda a sua História, materializando o desejo e o pulsar de toda uma região. Nesta candidatura materializamos também a vontade de um território que é, segundo Miguel Torga, ‘a realidade mais séria que temos’ em Portugal. Com esta vitória acalentamos o desejo legítimo de que o Douro, um grande contribuinte das exportações nacionais, faça do vinho e da vinha uma alavanca concreta e real para o desenvolvimento da sua economia e riqueza de quem aqui vive e trabalha”.

Concorreram a este título mais duas candidaturas: “Algarve Golden Terroir”, apresentada pelos municípios de Lagoa, Albufeira, Lagos e Silves; e a candidatura dos Municípios do Vale do Lima: Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo.

Nesta reunião do Conselho de Administração da RECEVIN também tomaram posse os novos corpos sociais da Recevin para 2022 /2024: Presidente: Rosa Melchior, presidente da Assembleia Espanhola dos municípios do vinho – Acevin; Vice-presidência: AMPV e a Città del Vino (Luís Encarnação e Angelo Radica, presidentes das respetivas associações); Tesoureiro: Álvaro Amaro, presidente da Câmara Municipal de Palmela; Secretário Geral: José Arruda, AMPV.