//Dia Mundial do Polvo, o ‘génio dos Oceanos’
dia mundial do polvo

Dia Mundial do Polvo, o ‘génio dos Oceanos’

O Dia Mundial do Polvo tem lugar no calendário a 8 de outubro. Este dia foi escolhido porque alude aos 8 tentáculos do polvo, que sendo por diversas razões um animal único, reservou-se-lhe um dia no calendário anual.

O polvo é um dos animais mais inteligentes do nosso planeta e o mais inteligente dos invertebrados terrestres. Foi observado que, em cativeiro, este é capaz de ‘manusear’ objetos de várias formas e tamanhos e tem capacidades de aprendizagem notáveis. Para além disso, este ‘génio dos oceanos’ é mais antigo do que os dinossauros, uma vez que foram encontrados fósseis que datam de há 300 milhões de anos.

Este molusco cefalópode que pode ser encontrado em todos os mares e oceanos possui características únicas: tem cerca de 500 milhões de neurónios no cérebro e nos tentáculos, três corações e é capaz de mudar de cor muito rapidamente. É constituído por 90% de músculos e como não possui ossos, pode caber em espaços do tamanho de uma moeda.

Na culinária, não hesite em utilizá-lo: com 164 calorias por 100 gramas de produto vaporizado, o polvo é uma excelente fonte de proteínas, vitamina B12, ferro, cobre e selénio. É também uma boa fonte de Niacina, Vitamina B6, Fósforo, Potássio e Zinco. É rico em ácidos gordos Ómega 3, que são importantes para a saúde cardiovascular.

Para além destes benefícios para a saúde, o polvo tem fácil preparação e pode ser confecionado de diversas maneiras: em saladas frias, com arroz, em omelete, em quiches, empadas, no forno, em pataniscas, com quinoa, com broa, com espinafres, o importante é ter criatividade.

Deixamos aqui uma receita de Polvo Assado no Forno, cuja originalidade reside na combinação de um produto do mar com um ingrediente típico da culinária rural, o chouriço, cujo resultado é um prato tão saboroso que passou a fazer parte das ementas de diversos restaurantes da região de Setúbal: https://jornalsabores.com/polvo-no-forno-2/

 

Polvo congelado, mais água que molusco

De acordo com o site da Deco.proteste as “análises laboratoriais não deixam margem para dúvidas: os produtores adicionam água para que o polvo fique mais pesado e, assim, possam lucrar mais por cada quilo”. No teste a 24 amostras de polvo ultracongelado, o tamanho é, na maioria, uma grande ilusão. Segundo Nuno Lima Dias, responsável pelo estudo, o que está a falhar, “em primeiro lugar, é a lei, mas a fiscalização não pode deixar de inspecionar a ausência da indicação de água adicionada, pesos indicados superiores aos reais e ainda aditivos na lista de ingredientes.”

Ao contrário do que a lei exige, na maioria das vezes, essa água não vem declarada no rótulo. Com alguma frequência, alguns aditivos, como o ácido cítrico, um antioxidante, também não vêm indicados.

 

Nota- Notícia de 2016 cuja realidade, de acordo com pesquisas recentes, no geral pouco se alterou.