//Delta apoia ‘café dos Açores’

Delta apoia ‘café dos Açores’

O grupo Nabeiro – Delta Cafés poderá apoiar até 500 produtores de café na Região Autónoma dos Açores.

A ‘promessa’ é de Rui Miguel Nabeiro, administrador da empresa, na apresentação da primeira cápsula ‘100% biodegradável, que aconteceu em Lisboa, no passado mês de maio.

No encontro que serviu igualmente para apresentar a estratégia global de sustentabilidade do Grupo Nabeiro – Delta Cafés, Rui Nabeiro afirmou que “o objetivo é em 15 anos ter apoiado 500 produtores de café” nos Açores.
Com uma produção atual de cerca de nove toneladas de café por ano, o administrador garantiu que “é possível fazer produção em massa”, passando os Açores a ter a primeira produção de café na Europa já que “todas as ilhas açorianas têm capacidade de produção de café”, referiu Rui Nabeiro à Lusa.

A estratégia de sustentabilidade da empresa inclui o apoio às comunidades e aos produtores e, dentro desse âmbito, insere-se a celebração de um Protocolo de cooperação com a Associação de Produtores Açorianos de Café – APAC, com vista ao apoio em todas as etapas da produção, preparação e comercialização do café dos Açores durante os próximos 15 anos.

Após duas missões conjuntas no terreno, realizadas no decorrer de 2018 e em Abril de 2019, foi possível aferir que, dadas as características únicas do território do arquipélago dos Açores, é viável o cultivo com sucesso de café de especialidade, trazendo assim valor económico para as comunidades locais e ajudando na diversificação das culturas, que ainda se mantêm muito dependentes da exploração de bovinos (carne e leite).

Compromissos até 2025

Novas metas em diversas áreas do desenvolvimento sustentável fazem parte da estratégia de crescimento do Grupo Nabeiro – Delta Cafés, que assumiu o compromisso de, até ao ano de 2025:
– Garantir que a totalidade da sua frota automóvel comercial será composta por veículos elétricos;
– Garantir que, após o lançamento de Delta Q eQo no mercado, continuará a investir na pesquisa e desenvolvimento de melhores soluções técnicas e na procura dos mais inovadores materiais para que até 2025 toda a gama de blends Delta Q possa ser sustentável;
– Garantir o Apoio a 500 cafeicultores em todas as ilhas do arquipélago dos Açores;

Foto (mão): Delta Cafés