//Copo de vinho ‘mandou’ mãe e filha para a prisão

Copo de vinho ‘mandou’ mãe e filha para a prisão

No Dubai, uma mulher e a filha de quatro anos foram detidas durante três dias, no Dubai, por causa de um copo de vinho.

Durante o voo da Emirates, Ellie Holman, uma dentista de origem sueca, mas que vive em Inglaterra com o marido e os três filhos, bebeu um copo de vinho a bordo. Tudo aconteceu em julho, quando Ellie, que viajava com a filha para o Dubai numa viagem de mais de oito horas, aceitou um copo de vinho oferecido pelas hospedeiras da companhia aérea Emirates

À chegada aos Emirados Árabes Unidos, a mulher de 44 anos foi detida pelo departamento de imigração, que lhe perguntou se teria consumido álcool. Perante a resposta afirmativa, a mulher foi então presa, juntamente com a sua filha de quatro anos, e privada de água e comida. Ficaram retidas durante três dias por oficiais da imigração, que afirmavam que os seus vistos eram inválidos e que deviam voltar a Londres imediatamente.

A mulher relata ainda as “aterradoras” condições como foi tratada referindo, nomeadamente: “a minha menina tinha de ir à casa de banho no chão da cela. Eu nunca a ouvi chorar da forma como ela chorou naquela prisão”, afirmou Holman em comunicado.

Após dois dias de pânico, Gary, o marido de Ellie, voou até ao Dubai para saber o que se passava. A mulher e a filha foram libertadas sob fiança e foi-lhe comunicado que o seu passaporte continuaria confiscado até ao caso ser concluído. Por isso, ainda não conseguiu sair do Dubai. Holman poderá agora ter de esperar até um ano para voltar a casa.

A responsável do organismo Datained in Dubai – a ONG que ajuda detidos ou vítimas de injustiça nos Emirados Árabes Unidos (EAU) – referiu ao The Guardian que os EAU mantêm, deliberadamente, uma fachada de que é permito aos turistas e visitantes beber álcool. “É de todo ilegal para qualquer turista ter algum nível de álcool no sangue, mesmo que consumido e dado pela própria companhia aérea. É proibido beber álcool em bares, hotéis ou restaurantes, quem for apanhado é preso”, disse.