//Conheça o Alimento: Figo
figo

Conheça o Alimento: Figo

O figo é um fruto de textura delicada e sabor requintado, ao qual se associa uma vasta história.

Na verdade, o figo não é um fruto é um sicónio, isto é, uma flor que se fecha sobre o recetáculo e que dá origem a micro-frutos no interior.

 

Benefícios

Apresenta boas quantidades de fibra e potássio. Quando seco também é uma boa fonte de cálcio, mas nesse caso fornece mais calorias.

É uma excelente fonte de energia, promove a saciedade e ajuda a regular o trânsito intestinal.

Contribui ainda para a redução da absorção de colesterol devido ao seu teor em fibra e apresenta ação antioxidante.

 

História

O figo desde a pré-história que desempenha um papel que não se limita às suas características alimentares, com a figueira a ser amplamente citada na bíblia, utilizada metaforicamente em diversas passagens.

Crescia espontaneamente na Mesopotâmia, sendo um dos primeiros alimentos considerados ‘requintados’ com o qual se deliciavam os sumérios.

Expandiu-se até à Síria e ao Egipto, até que finalmente chegou ao Mediterrâneo. Os egípcios foram responsáveis pelo desenvolvimento do figo, tornando-o mais apelativo.

O seu nome botânico, Ficus carica, vem da região ao qual estava associado durante a Grécia Antiga, ‘Caria’.

 

Conservar

O figo, quando fresco, é bastante perecível, por isso é necessário que seja consumido rapidamente quando já se apresenta maduro.

O enrugamento da pele e a pequena abertura sinalizam que está no ponto ideal para ser consumido. Deve-se optar por aqueles que se encontram com a pele intacta e macios.

Quando maduros, deverão ser armazenados a temperatura de refrigeração, cobertos, para não adquirirem odores indesejáveis e para garantir que não se esmagam ou secam.

 

Utilizações

Este fruto de verão por excelência pode ser consumido fresco ou seco, sendo utilizado em conserva, compota, cristalizado, doces, mousses, entre outros.

 

Receita

Figos Pingo de Mel salteados com queijo chèvre

 

Ingredientes:

10 figos Pingo de Mel; 150 gr de queijo cabra (chèvre); 50 gr de nozes; 20 gr de mel; azeite q.b.

 

Preparação:

Coloca-se uma frigideira com um fio de azeite a aquecer e juntam-se os figos previamente cortados em quartos, salteiam-se até estarem alourados e adiciona-se o queijo desfeito em bocados, retira-se do lume e enquanto ainda está quente rega-se com o mel e juntam-se as nozes picadas grosseiramente, mexe-se. Serve-se ainda quente.