//Conheça o alimento: Couve Lombarda
couve lombarda

Conheça o alimento: Couve Lombarda

A couve lombarda é uma das hortaliças mais populares no país e é cultivada em quase todas as zonas hortícolas.

Trata-se de uma couve de repolho com folhas mais ou menos enrugadas, compactas e cerosas.

 

Benefícios

Este tipo de couve é mais rica em carotenoides e clorofila, sendo rica em pró-vitamina A, vitamina C, B1, B2, cálcio, ferro, magnésio, enxofre, cobre, bromo, silício, iodo e potássio. Também contém aminoácidos que integram enxofre.

Contribui para a prevenção de alguns tipos de cancro, por ter na sua constituição glucosinolatos que determinam o aroma e previnem o início do cancro. Tem efeitos antianémicos, diuréticos, energéticos, remineralizantes e vermífugos.

 

História

A sua origem é muito variada, encontrando-se formas silvestres em lugares como a Dinamarca ou Grécia, mas sempre em zonas litorais.

As couves são consumidas desde tempos pré-históricos. Já era conhecida dos egípcios desde 2500 a.C., sendo mais tarde cultivada pelos gregos. Em tempos antigos era medicinal e utilizada para facilitar a digestão e eliminar a embriaguez.

A couve era tida como um alimento de luxo pelos romanos, mais tarde, na Idade Média, o seu consumo já era generalizado e era parte da dieta de vários países europeus.

 

Época

Trata-se de uma cultura que se adapta bem ao Outono e ao Inverno; contudo, se a variedade for bem escolhida, poderá ser cultivada durante todo o ano.

Deve optar-se por repolhos pequenos e bem fechados, de aspeto viçoso e sem                manchas nas folhas exteriores.

 

Utilizações

A couve lombarda tem várias utilizações, entre as quais cozida, a vapor, em estufados, assados, salteados, crua em saladas ou fermentada para o famoso chucrute.

 

Receita

 

Salsichas Enroladas em Lombarda

 

Ingredientes

4 folhas grandes de couve lombarda; 1 cebola grande; 12 salsichas frescas de porco; 2 dentes de alho; 1 tomate maduro; 1 dl vinho branco; 1,5 dl de caldo de carne; 0,5 dl de azeite; 1 dl vinho do Porto; sal q.b; pimenta q.b.

 

Preparação

Leva-se um tacho ao lume com água, quando levantar fervura, adicionam-se as folhas de couve e deixam-se bringir, retiram-se. Cozem-se as salsichas na mesma água durante 5 minutos. Pica-se a cebola e o alho e refoga-se num tacho com o azeite, adiciona-se o tomate pelado aos cubos, as salsichas, o caldo de carne e o vinho branco, deixa-se ferver. Retiram-se as salsichas e enrolam-se na couve e ata-se com fio de cozinha. Volta-se a juntar ao refogado e aromatiza-se com Vinho do Porto, deixa-se cozinhar durante 10 minutos. Servir quente com o molho por cima acompanhado de puré de batata.