//‘Conferência Mundial de Enoturismo’ em Portugal em maio/2021

‘Conferência Mundial de Enoturismo’ em Portugal em maio/2021

Reguengos de Monsaraz receberá em maio do próximo ano um importante evento da Organização Mundial de Turismo.

Esteve prevista para outubro próximo, mas a pandemia obrigou a adiar este evento dedicado ao Enoturismo. Agora, o próprio Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, José Calixto, partilhou a notícia na sua página de facebook:
“Por decisão do Secretário-Geral da Organização Mundial de Turismo, Zurab Pololikashvili, a 5th UNWTO Global Conference on Wine Tourism será realizada em MAIO DE 2021 em Reguengos de Monsaraz.
Esta decisão já foi comunicada ao Governo Português através da Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, adiando assim a anterior data prevista para o próximo mês de Outubro”.

Foi durante a quarta edição deste encontro mundial, que decorreu em dezembro de 2019 no Chile, que José Calixto recebeu simbolicamente a ânfora que simboliza o ‘testemunho’ de confirmação da realização do evento em Portugal.

Reguengos de Monsaraz, que foi a ‘Cidade Europeia do Vinho em 2015’, na sequência de uma candidatura selecionada pela RECEVIN – Rede Europeia das Cidades do Vinho, conta atualmente com cerca de quatro mil hectares de vinhas e tem uma história ligada à vitivinicultura que conheceu um forte incremente no século XIX, quando o então Presidente da Câmara promoveu a plantação de um milhão de cepas, após divisão de uma grande área de terrenos em courelas, com o propósito de serem distribuídas pela população a baixos custos.

É este município, que conta atualmente com onze unidades de enoturismo ligadas à produção, que vai receber em maio próximo um conjunto de especialistas internacionais para debater as problemáticas do setor, agora acrescidas pela pandemia que ainda vivemos. Esta quinta edição da ‘Conferência Mundial de Enoturismo’ ganha, assim, uma muito maior importância pois dela deverão sair as necessárias e urgentes estratégias para o relançamento do turismo ligado ao vinho e à vinha.

Recorde-se que Reguengos de Monsaraz assume desde 2016 a presidência da RECEVIN – Rede Europeia das Cidades do Vinho, rede formada pelas associações de vinho nacionais dos 11 países membros (Alemanha, Áustria, Bulgária, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Portugal e Sérvia) e integra cerca de 700 cidades (municípios) europeias.