//Concurso atribuiu 160 medalhas

Concurso atribuiu 160 medalhas

Com mais de 500 vinhos a concurso, foram atribuídas 12 medalhas Grande Ouro, 90 Ouro e 58 Prata.

O concurso ‘Cidades do Vinho’ que decorreu em Lagoa (Algarve) a 7, 8 e 9 de maio, contou com 25 jurados que avaliaram e pontuaram cerca de 550 vinhos do território continental e ilhas, atribuindo um total de 160 medalhas: 12 Grande Ouro, 90 Ouro e 58 Prata.
Das 12 medalhas de Grande Ouro, 10 foram atribuídas a vinhos licorosos e duas a vinhos tranquilos. O vinho licoroso Pacheca Tawny 40 anos, da Quinta da Pacheca (Município de Lamego) foi o mais pontuado do concurso e o Villa Oeiras (Carcavelos) conquistou três medalhas de Grande Ouro.

O produtor mais premiado foi a Casa Ermelinda Freitas com 12 medalhas de Ouro e 06 medalhas de Prata. A produtora da região de Setúbal, que adquiriu recentemente uma Quinta no Minho, conquistou também uma Medalha de Ouro com o Vinho Verde ‘Gábia 100% Loureiro’.
O segundo produtor com maior número de medalhas atribuídas foi a Adega Cooperativa do Cartaxo com um total de 13 medalhas, nove de Ouro e 4 de Prata.

Municípios premiados
Mas este concurso distingue-se dos demais porque, para além dos produtores, os municípios de origem são igualmente premiados. Como referiu José Arruda, secretário-geral da AMPV “ a essência fundamental deste concurso é o território, as suas potencialidades, os seus produtos endógenos, o turismo, o vinho”.
O município com maior número de medalhas foi Palmela, com um total de 24 (01 Grande Ouro, 17 de Ouro e 06 de Prata), seguido do Cartaxo com um total 14 medalhas (10 de Ouro e 04 de Prata)
Já o município de Oeiras, como produtor do Vinho de Carcavelos ‘Villa Oeiras’ conquistou três Grandes Medalhas de Ouro, S. João da Pesqueira duas e Alenquer, Lagoa, Lamego, Loures, Machico, Madalena do Pico e Palmela receberão um exemplar da mais alta distinção.

As 12 Grandes Medalha de Ouro (por ordem de pontuação)

– Pacheca Tawny 40 anos da Quinta da Pacheca – Município de Lamego
– Porto Colheita 1980 Messias dos Vinhos Messias – Município de S. João da Pesqueira
– Carcavelos Villa Oeiras Vinho Generoso tinto 2009 do Município Oeiras
– Blandy’s Madeira 10 anos Bual da Madeira Wine Company – Município do Machico
– Carcavelos Villa Oeiras Superior do Município Oeiras
– Carcavelos Villa Oeiras Vinho Generoso do Município de Oeiras
– Algarve Moscatel da Única Algarve – Município de Lagoa
– Porto Messias 2005 dos Vinhos Messias – Município de S. João da Pesqueira
– Moscatel de Setúbal 10 anos da Adega de Palmela – Município de Palmela
– Confidencial reserva tinto Lisboa 2017 da Casa Santos Lima – Município de Alenquer
– Licoroso 10 anos da Adega Cooperativa Ilha do Pico – Município de Madalena do Pico
– Qta Boição – Vinhas Velhas grande reserva tinto da Enoport Wines – Município de Loures

O júri

António Ventura, ex-presidente da direção da Associação Portuguesa de Enologia e Viticultura (APEV) presidiu ao júri que contou, em cinco mesas de avaliação, com os seguintes elementos:
– Carmen Santos (presidente de mesa), Sara Peñas Lledó, Ana Alves, Pedro Andrade e Miguel Ferreira.
– Martta Simões (presidente de mesa), Paulo Vale, Jorge Sampaio, José Carvalho e Mário Andrade.
– Helena Mira (presidente de mesa), Flávia Luz, Pedro Sá, Henrique Soares e Anca Martins.
– Maria Vicente (presidente de mesa), Tiago Correia, Gilmar Brito, Paulo Pechorro e Aníbal Neto.
– Alexandra Mendes (presidente de mesa), António Sousa, Rodolfo Queirós, Jorge Páscoa e Sérgio Oliveira.

Concurso em Itália
A grande maioria dos vinhos avaliados em Lagoa, vão agora participar no Concurso Internacional ‘Città del Vino’, a decorrer em Castelvetro di Modena (Itália) de 21 a 23 de maio.
Refira-se ainda que a quase totalidade dos jurados acima referidos vão estar neste concurso em Itália para participar na avaliação dos cerca de 1500 vinhos de vários países que vão ser apresentados.
Para conhecer a totalidade dos vinhos premiados em Lagoa, aceda AQUI.