//Chamusca e o Vinho
chamusca

Chamusca e o Vinho

Situado no Coração do Ribatejo, o concelho de Chamusca é banhado pelo rio Tejo e tem nos férteis campos da Lezíria uma importante fonte de riqueza.

 

Concelho

Pertence ao distrito de Santarém, tem cerca de 750 km2 e 10 mil habitantes distribuídos por cinco freguesias. É banhado pelo rio Tejo.

 

Região

Pertence à região de vitivinícola do Tejo. É um território marcado pela fertilidade dos campos da Lezíria e pela riqueza da charneca.

 

Vinho

Território situado no coração do Ribatejo, o concelho da Chamusca estende-se por entre os férteis campos da Lezíria, tem o rio Tejo ‘aqui ao pé da porta’ e a charneca a fazer a transição para o Alentejo.

Foi terra de vinhas e de vinhos que deliciaram a Corte e que tiveram sempre a proteção da Casa das Rainhas. Esta atividade foi tão relevante que o brasão do Município ostenta quatro cachos de uva na bordadura do escudo. O mesmo elemento está presente no brasão da freguesia da Chamusca.

Os vinhos da Chamusca foram famosos. Da riqueza do nosso solo nasceram vinhos que eram muito apreciados na Corte em Lisboa. O território da Chamusca pertencia aos bens da ‘Casa das Rainhas’ e, quando o Marquês de Pombal em 1765 mandou arrancar as Vinhas do Ribatejo, as da Chamusca foram poupadas.

No séc. XIX, usando o rio Tejo como caminho preferencial, os vinhos da Chamusca seguiam em direção a Lisboa para abastecer palácios e tabernas.

A vitivinicultura teve sempre um lado festivo e celebrativo que encontra expressão na poesia e nos temas etnográficos dos ranchos do concelho.

Os saborosos pratos tradicionais do concelho, à base de carne e também de peixe, ligam bem com vinhos brancos e tintos, frisantes ou licorosos.

 

Gastronomia

Destacam-se pratos como o bacalhau assado com couve a soco, a carne à pinéu ou carne à ribatejana ou enguias fritas. Na doçaria tradicional do concelho, destacam-se as trouxas- -de-ovos (Trouxas das Cuca), lampreia de ovos, peixe doce, velhoses, broas variadas e sopa dourada.

 

 

Oferta Enoturística

Passeios no Tejo

O rio Tejo foi durante séculos a grande “estrada” para transporte de passageiros e de mercadorias do interior para Lisboa. As barcas iam e vinham, Tejo abaixo e Tejo acima, carregadas de vida e riqueza para os territórios ribeirinhos.

Na vila da Chamusca, e também nas aldeias de Pinheiro Grande e do Arripiado, existe ainda a memória de antigos portos e zonas ribeirinhas que atestam a importância do rio.

Atualmente, no Arripiado pode experienciar o Tejo mais de perto, ou passeando pelo jardim ribeirinho ou experimentando, mediante reserva prévia, um passeio no Tejo, a bordo de um barco movido a energia solar, do operador turístico Tritejo.

 

Miradouro de Almourol

Alguns quilómetros a montante da aldeia do Arripiado, num dos declives junto ao castelo de Almourol, ergue-se um miradouro com vista privilegiada sobre a histórica fortaleza. Nesta zona vai encontrar uma aprazível esplanada e a estátua ‘Guerreiro Templário’, da autoria de João Cutileiro.

 

Feiras e Eventos

Feira da Ascensão

Evento de maior relevo no concelho, junta a tradição religiosa de Quinta-Feira de Ascensão com a festa brava, a promoção dos produtos e saberes locais e a animação musical

 

Eh! Toiro – Festival Taurino

O festival taurino é uma mostra das tradições taurinas da Chamusca e a afirmação do concelho como o Coração do Ribatejo e Município em que a tauromaquia é património cultural imaterial de interesse concelhio.

 

Procissão do Sr. da Misericórdia (vulgo Procissão dos Fogaréus)

Organizada em Sexta-Feira Santa, é maior manifestação religiosa da vila da Chamusca, com um cortejo que percorre as ruas à luz de fogareús.

 

Feira de São Pedro e do Chocalho

Realiza-se na aldeia do Chouto por ocasião dos festejos de São Pedro.

 

Festa do Arripiado

Festa ribeirinha da aldeia do Arrpiado. Realiza-se em torno do 15 de agosto.

 

In: Territórios Vinhateiros, Olivícolas e Corticeiros de Portugal, edição da AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

Publicação no Jornal dos Sabores numa parceria com a AMPV

 

Imagem: VisitRibatejo