//CD ‘Ciclo do Vinho de Talha’

CD ‘Ciclo do Vinho de Talha’

‘Rouxinóis do Alentejo’ lançaram, em Beja, o disco ‘Ciclo do Vinho de Talha’.

O Grupo Juvenil Coral e Etnográfico ‘Rouxinóis do Alentejo’ foi criado em 2000 e tem a sua sede no Centro Unesco para Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, em Beja, cidade onde lançaram recentemente o seu trabalho discográfico ‘Ciclo do Vinho de Talha’ que faz parte do espetáculo que o grupo apresenta recriando as fases do ciclo de produção artesanal de vinho de talha, uma prática de vinificação trazida pelos romanos há mais de 2000 anos e que é típica do Alentejo.

Este trabalho discográfico, para além das vozes dos Rouxinóis, conta com a direção musical do maestro Jaime Branco e um ensemble instrumental, formado por professores de música do Conservatório Regional do Baixo Alentejo, aos quais se juntam o acordeonista António Caço, a fadista Joana Santos e os “padrinhos” dos Rouxinóis, os Cantadores do Desassossego.

No espetáculo que agora se apresenta, a preparação das vozes dos Rouxinóis do Alentejo fica a cargo da maestrina Vera Saldanha, do CRBA.

Em palco, com a direção artística de Joaquim Mariano, os Rouxinóis cantam várias modas do cante alentejano e interagem com mais de três centenas de objetos reais e réplicas que foram cuidadosamente construídos para esse efeito.
Depois da sua criação em 2000, nos oito anos seguintes, os Rouxinóis cantaram inúmeras modas do Cante alentejano e ao mesmo tempo apresentaram várias histórias etnográficas (Ciclo do pão, Ciclo do azeite, Por esses Campos fora…) com o recurso a mímica e a vários utensílios pertencentes às artes e ofícios tradicionais do Alentejo. Em 2009 terminaram a atividade que foi retomada em setembro de 2016.

Vinho de talha é candidato à UNESCO

Uma candidatura liderada pela Câmara Municipal da Vidigueira, que conta com duas dezenas de municípios e sete entidades quer candidatar a produção artesanal de vinho de talha à classificação de Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO” (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura).
Fotos:
C.M.Beja e
Associação Grupo Juvenil Coral e Etnográfico Rouxinóis do Alentejo (representação do Ciclo do Vinho de Talha em 2018)