//Azeite algarvio ‘nas bocas do mundo’.
azeite

Azeite algarvio ‘nas bocas do mundo’.

O azeite algarvio ‘Monterosa’, volta a destacar-se a nível internacional, ao ser premiado com medalhas de ouro e prata em concursos da especialidade.

Pelo décimo ano consecutivo, o ‘Azeite Virgem Extra Monterosa’ recebeu medalha de ouro no concurso ‘New York International Olive Oil Competition’, que nesta edição contou com mais de 1200 azeites oriundos de 28 países.

Desta vez, a conquista pertenceu ao azeite monovarietal ‘Premium Cobrançosa’, mas foram também premiados, com medalha de prata, o monovarietal ‘Premium Maçanilha’ e o ‘Premium Selection’, obtido através de uma mistura de variedades.

O azeite ‘Monterosa’ distingue-se pela preservação de métodos tradicionais, tais como, a apanha manual da azeitona e a utilização de mós de granito no lagar. Essas particularidades na sua produção, aliadas à tecnologia atual, resultam num azeite considerado de alta qualidade.

Já em Tóquio se tinha destacado no concurso ‘Olive Japan’, no qual angariou três medalhas de ouro, atribuídas aos ‘Premium Cobrançosa, ‘Premium Picual’ e ‘Premium Selection’, e uma medalha de prata, atribuída ao ‘Premium Maçanilha’.

A obtenção, colheita após colheita, de um azeite de excelência é o foco principal da marca Monterosa. Não menos importante que o patamar da qualidade é o nosso compromisso com a sustentabilidade e a economia circular, em todas as etapas do processo de produção. Todos os nossos azeites são produzidos seguindo um rigoroso sistema de Produção Integrada que garante o respeito pelo ambiente e pelo consumidor”, afirmou João Dâmaso, diretor e sócio da empresa.

A ‘Monterosa’ produz cinco azeites ‘Premium’: ‘Verdeal’, ‘Maçanilha’, ‘Picual’, ‘Cobrançosa’, monovarietais e um blend de variedades denominado de ‘Selection’. Cada azeite tem as suas próprias características, tornando propícia a sua harmonização, com diferentes especialidades culinárias.

 

Imagem: Azeite Monterosa