//Autarquia lança ‘kits gastronómicos’ de Natal

Autarquia lança ‘kits gastronómicos’ de Natal

Queijo, cerveja artesanal, beijinhos de Azeméis, mel, farripas de chocolate e laranja e minicrackies de milho.

A Câmara de Oliveira de Azeméis fez a apresentação de três kits gastronómicos compostos pelos produtos considerados mais representativos da gastronomia local.

Dos produtos incluídos nas várias versões dos kits são exemplo o queijo, a cerveja artesanal, beijinhos de Azeméis, mel, farripas de chocolate e laranja e minicrackies de milho.

“Com esta iniciativa damos à comunidade a oportunidade de adquirir artigos para oferta proporcionando, ao mesmo tempo, aos nossos produtores a oportunidade de fazerem chegar os seus produtos a todo o país e ao estrangeiro divulgando o território através da gastronomia local”, afirmou o autarca.

Os produtos são apresentados em embalagens apelativas onde não falta a alusão ao escritor Ferreira de Castro através de um excerto literário da maior figura cultural do concelho.

Os kits gastronómicos estão à venda na Loja Interativa de Turismo ao preço de 27 euros (embalagem grande), 19 euros (embalagem média) e 14 euros (embalagem pequena).

Gastronomia de Oliveira de Azeméis

Da oferta gastronómica deste município do distrito de Aveiro, destaca-se o pão e a regueifa de Ul, famosos pela sua confeção tradicional em forno de lenha e pelo seu sabor inigualável, a broa, o arroz de ossos da suã e o arroz de febras de Cesar. A estas iguarias juntam-se os pratos de cabrito, a vitela assada em forno de lenha e o anho à moda de Fajões, bem como a rojoada com arroz de feijão, a bacalhoada e o nacão de porco. As papas de S. Miguel, feitas com carnes marinadas em vinha d’alho e com farinha de milho, são outro petisco oliveirense, que levou inclusive à criação de uma confraria (Confraria das Papas de São Miguel).

Oliveira de Azeméis é também notável pela sua doçaria. Os tradicionais beijinhos de Azeméis, os zamacóis, as já referidas regueifas de Ul, os corações dos namorados, as queijadinhas de cenoura, a sopa seca, os formigos cesarenses, as papas carolas, o bolo de canela, as rabanadas de Cesar, o creme queimado e as fitas de carpinteiro são iguarias que não deixam ninguém indiferente.

Registe-se ainda a produção de vinhos verdes pois parte da freguesia de Ossela está inserida na Região Demarcada dos Vinhos Verdes.