//“Até sermos velhotes”

“Até sermos velhotes”

A marca com quase um século de história aposta agora numa comunicação com mais humor e irreverência.

Velhotes, marca de vinho do Porto líder de mercado em Portugal, acaba de lançar a sua nova campanha de comunicação, cujo claim é “até sermos Velhotes”. A marca com quase um século de história aposta agora numa comunicação com mais humor e irreverência.

Mais próxima, Velhotes transmite uma atitude muito própria perante a vida. A marca assume a irreverência como uma forma de estar, desafiando os consumidores neste sentido, ainda que o mundo espere que sejam bem comportados.

“Vamos ter os pés no chão até sermos Velhotes”, “vamos dar bons exemplos até sermos Velhotes” ou “vamos dormir cedo até sermos Velhotes” são algumas das mensagens que vão dar forma a esta nova campanha, com criatividade da Mosca Publicidade.

Gabriela Coutinho, Diretora de Marketing da Sogevinus, refere que “esta campanha, pretende marcar um ponto de viragem na comunicação da marca. Afastando-se do carater mais convencional e conservador que habitualmente é explorado pelas marcas de vinho do Porto, a marca Velhotes entra num território de humor e irreverência, trazendo o consumo de vinho do Porto para o dia-a-dia.”

“Pretendemos ser uma marca mais próxima dos portugueses, promover ainda mais o convívio e novos momentos de consumo. Já somos líderes de mercado em volume mas queremos também marcar a diferença pela forma como somos percecionados e arriscar numa comunicação mais disruptiva, deixando o lado mais formal a que estamos mais habituados neste setor”, completa José Pedro Silva, gestor da marca Velhotes.

A campanha estará a decorrer até 3 de setembro nos formatos outdoor e pontos de venda (hiper e supermercados), bem como no digital, onde permanecerá durante mais tempo.

Sobre Velhotes

Fundada em 1934, a emblemática gama “Velhotes” integra a memória coletiva de todos os amantes de vinhos do Porto. Líder em quota de mercado volume (dados AC Nielsen Quadrissemana a 14/Julho 2019), esta marca goza de um índice de notoriedade de aproximadamente 90% (dados Marktest 2019), partilhando a categoria com Porto Ferreira. Hoje com mais de 3 milhões de garrafas vendidas por ano, os Velhotes vêm de uma viagem longa de um representante da Casa Cálem à Holanda, em negócios, onde encontrou e trouxe consigo um quadro que representa três amigos – um boticário, um advogado e um juíz – que todos os dias se juntavam para partilhar as suas histórias em torno de um cálice de vinho do Porto.

Lançada como uma submarca de Cálem, foi ganhando personalidade e expressão própria, conquistando consumidores em Portugal e no mercado internacional e ganhando a sua autonomia, apesar de manter a chancela da marca mãe.
Uma marca icónica do imaginário nacional, bem-humorada e próxima que procura simplificar o consumo do vinho do Porto.