//Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez, eis um bom exemplo

Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez, eis um bom exemplo

O FESTIVINHÃO®-Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez (16 a 18 junho), é apenas um dos resultados da força do associativismo pensado e planeado.

Arcos de Valdevez não era até há um ano identificado como um concelho produtor de vinhos. A existência de uma adega cooperativa que servindo o concelho, não leva o seu nome, dava ao mercado um sinal enganador.

Aqui se situa, há mais de 30 anos, a única estação vitivinícola dos vinhos verdes, onde se investiga e experimenta tudo o que se faz de inovador na vinha e no vinho da região demarcada, mas os 14 vitivinicultores sediados no concelho e com marca própria, não conseguiam fazer valer a sua argumentação de origem. Outros concelhos tinham uma imagem e referência de qualidade, mas Arcos de Valdevez não dizia nada ao consumidor.

Convém referir que o vinho é um produto que incorpora mais de 85% de valor acrescentado local/regional (e mais de 90% português), ou seja, aquele que individualmente mais contribui para o crescimento do PIB regional.

Em 2015, o município resolveu dar início a um processo que conduz á criação dos “Vinhos de Arcos de Valdevez” como uma marca territorial que resulta da identidade própria que, indelevelmente o território de entre Lima e Vez proporciona aos seus vinhos.

Situado na sub-região do Vale do Lima, “Arcos de Valdevez onde Portugal se Fez” é tipificado por vinhos verdes, tintos da casta Vinhão e brancos da casta Loureiro. Essas castas, conjugadas com as particularidades do território e clima, dão origem a vinhos que carregam características e sensações únicas.

A estrutura montanhosa que se eleva desde Jolda a Rio Frio até ao Extremo, protegem os vales encaixados do Lima e Vez e determina a subida dos ventos marítimos atlânticos vindos de oeste. Tais características, conjugadas com solos graníticos, de meia encosta, bem drenados e as elevadas amplitudes térmicas diárias na estação quente, criam condições para vinhos minerais, bem estruturados, frescos e leves.

Os espumantes tintos, em especial os de vinhão, recordam vinhos antigos com muita mousse, cor-de-rosa pálido e aromas de frutos do bosque. Os espumantes brancos resultam vibrantes, frescos e leves com acidez de fruta madura.

Os rosados são de cores fortes e aromas suaves e aveludados, com acidez balanceada e doçura quanto baste.

Os brancos, com toques frutados, de aromas tropicais e impressiva mineralidade.

Os tintos, ímpares, estruturados, de cor vermelho retinto, aromas a frutos do bosque com toques de canela e muito digestivos.

Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez

A criação em 2016 da Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez, envolvendo os vitivinicultores e produtores agro-alimentares artesanais do concelho com o objectivo comum de defender, promover e desenvolver a tradição, a cultura, a gastronomia e os vinhos locais, pretende corporizar a utilização da marca territorial, tirando proveito de sinergias comuns e economias de escala no apoio, promoção e marketing.

Por exemplo, através da “Rota dos Vinhos de Arcos de Valdevez” criada em 2017, com visitas às quintas e aos seus vinhedos, adegas e paisagem seguida de degustação de vinhos em casamentos felizes com os nossos petiscos, doces e compotas, foi uma forma de criar um produto turístico mas também de divulgar os vinhos e produtos com os territórios e as pessoas que os produzem passando a ter uma identidade, um rosto e uma paisagem. A Rota dos Vinhos já consegue atrair turistas para o sistema de hotelaria e restauração, já que 75% dos que a frequentam são de proveniência superior a 100 km.

A criação do S. Martinho em 2015 e do FESTIVINHÃO®-Festival Enoturístico de Arcos de Valdevez em 2016, destinaram-se a criar dois momentos diferentes de promoção e celebração do vinho e dos produtos locais. O S. Martinho de cariz mais popular e envolvendo as comunidades locais do concelho através das suas associações, celebra o fim de um ciclo de actividade agrícola fazendo a festa com castanhas e vinho novo.

O FESTIVINHÃO®, como festival que é, cria a festa integrando a componente comercial com actividades de carácter lúdico e cultural, divulgando e celebrando alegremente o vinho.