//Arruda dos Vinhos e o Vinho
arruda dos vinhos

Arruda dos Vinhos e o Vinho

Do conjunto patrimonial do concelho de Arruda dos Vinhos, é o seu património natural que melhor caracteriza a sua identidade. A paisagem fortemente marcada pela seara e pela vinha, vai ao longo do ano assumindo uma policromia única.

 

Concelho

A 30 Km de Lisboa e com cerca de 77,96 km². A produção vitivinícola no Concelho de Arruda dos Vinhos continua em forte expansão.

Os vinhos, a paisagem de contrastes, a gastronomia, o património, a cultura imaterial e as lendas seculares fazem deste concelho um Vale Encantado a 20 minutos de Lisboa, uma terra única onde o rural e o urbano convivem e onde a vista se perde, nos miradouros concelhios.

 

Região

Faz fronteira a Sul com o concelho de Loures, a Norte com o concelho de Alenquer, a Oeste com os de Sobral de Monte Agraço e Mafra e a Este com o concelho de Vila Franca de Xira.

 

Vinho

Quanto ao topónimo existem algumas teses de que em tempos remotos, a vila de Arruda dos Vinhos faria parte de uma rota de escoamento de alguns produtos, nomeadamente vinhos, produzidos na região que é hoje o Oeste para o Rio Tejo.

Integra a zona de DOC Arruda. Como o próprio topónimo invoca Arruda dos Vinhos é um território vinhateiro por excelência com forte tradição vitivinícola onde se elevam vários hectares de vinha plantada para que possa descobrir e degustar os vinhos deste Vale Encantado, muitos deles medalhados a nível nacional e internacional.

De acordo com os dados do IVV, Arruda dos Vinhos tem atualmente 429 exploradores de vinha e 924 hectares de vinha plantada.

Os produtores têm procurado melhorar e modernizar a vinha apostando em castas de qualidade como: Touriga Nacional, Castelão e Tinta Miúda nos tintos e Fernão Pires, Malvesia Rei e Arinto nos brancos, entre outras.

 

Gastronomia

O Bacalhau é Rei e as Carnes de Capoeira Rainhas. Destaque para a deliciosa Bruxa d’ Arruda, uma pequena torta de noz recheada com doce de ovos e coberta por um fio de chocolate e os típicos pastéis de São Lourenço.

 

Oferta Enoturística

A paisagem fortemente marcada pela seara e pela vinha, vai ao longo do ano assumindo uma policromia única, resultante dos diferentes estados de maturação do cereal e da vinha, a que os Arrudenses carinhosamente gostam de apelidar de “manta de retalhos”.

A vinha e a produção vinícola têm de facto vindo a assumir um importante papel no setor económico do concelho, que tem vindo a afirmar-se como um centro vinhateiro onde são cultivadas muitas e variadas castas.

Os produtores que mais se destacam na sua atividade, assumindo-se como importantes parceiros do município na estratégia promocional e de divulgação do território, são a Adega Cooperativa, a Quinta de São Sebastião, a Casa Agrícola Ribeiro Corrêa e o Condado Portucalense.

Não estando ainda desenvolvido no concelho o conceito do Enoturismo, é possível junto dos respetivos produtores, mediante marcações prévias, visitas com provas de vinho à Adega Cooperativa e à Quinta de São Sebastião.

 

Feiras e Eventos

Mostra Gastronómica ‘Carnes de Capoeira’

Mercado Oitocentista

Mostra Gastronómica ‘Ementa Oitocentista’

Festival do Caracol

Seculares Festejos em Honra de Nossa Senhora da Salvação

Festa da Vinha e do Vinho

 

 

In: Territórios Vinhateiros, Olivícolas e Corticeiros de Portugal, edição da AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

Publicação no Jornal dos Sabores numa parceria com a AMPV