//Aí estão eles… os Caracóis

Aí estão eles… os Caracóis

Cozidos, nas mais elaboradas preparações culinárias ou na forma de ‘caviar’, são cada vez menos os que resistem a estes moluscos gastrópodes terrestres.

Para acompanhar com uma cervejinha numa esplanada ou em casa com os amigos, o mais usual é serem cozidos. E é assim que são mais «saudáveis» pois em cada 100 gramas de caracóis (cozidos) estarão apenas 98 kilocalorias, 13,2 de proteínas, 2,5 de gordura e 5,7 de hidratos de carbono. Claro que a quantidade de cerveja, o pão com manteiga ou o pão mergulhado no molho podem, esses sim, fazer a diferença «calórica».

Mas há quem às questões da linha sobreponha a imagem do caracol a deslizar. Não será caso para isso pois para evitar a desidratação, o caracol tem o corpo envolvido por um muco e é precisamente esse muco que impede que o pé toque na superfície por onde passa (como se fosse uma sola de sapato).

Longe vão os tempos em que praticamente apenas se comiam cozidos, em água com sal, um fio de azeite, alho e orégãos. Sim, havia quem acrescentasse cascas de cebola e até presunto. Ainda assim, seria fraco tempero comparado com confeções atuais como a Feijoada de Caracol, Rancho de Caracol, Rissóis de Caracol, Patê de caracol, Pataniscas de Caracol, Pica-Pau de Caracol, Caldeirada de Caracoletas, Massada de Caracóis, Caril de Caracóis, Caracoletas de Coentrada, Chili de Caracoleta, Quiche de Caracoleta, Bacalhau com Caracoleta, Caracoleta à La Guilho, Chamuças de Caracol, tomando como exemplo o Festival do Caracol Saloio em Loures.

A versatilidade nutricional do caracol já levou organizações de saúde de países em desenvolvimento (a Nigéria foi a primeira a dar o exemplo) a promoverem o seu consumo com vista a suprir algumas carências nutricionais existentes na população.

Caviar de caracol

Ao que parece, nestes festivais populares ainda não apareceu o Caviar de Caracol cujo preço pode ir de 1500 a 2000 € por quilo. Um valor que se percebe, se tivermos em conta que cada caracoleta põe apenas uma vez por ano uma centena de ovos com cerca de 4 gramas. Para produzir um quilo de caviar de escargots, são precisas cerca de 260 caracoletas.

Uma das formas de descrever o “caviar” de caracol é associá-lo a «pequenas pérolas» com uma textura firme mas delicada que explode na boca revelando um subtil sabor a sal e cogumelos.

Em Portugal a atividade de helicicultura dedica-se essencialmente à criação de caracoletas já que os caracóis produzidos no nosso País nunca seriam competitivos relativamente aos preços a que chegam estes moluscos gastrópodes terrestres vindos de Marrocos.

Na bebida de acompanhamento, os vinhos brancos secos, verdes brancos e rosés começam a ser considerados uma excelente alternativa à cerveja.